quarta-feira, 20 de setembro de 2017

11- CRIADOS À SUA IMAGEM E SEMELHANÇA


Recebestes a vida de vosso Criador mediante vossos pais, assim como a força do vosso espírito e a habilidade do vosso amor. É chegado o momento em que deveis formar vossa personalidade. Sedes perseverantes. Sede francos. Sedes leais, dignos da confiança dos vossos irmãos, dos vossos companheiros, dos mais novos que vos seguem. Vós bem sabeis que se quiserdes receber tudo sem dar o melhor de vós, não sereis felizes. Vossa aprendizagem não vos dará satisfação, a não ser com vossa constante aplicação. Respeitai o vosso corpo. Não corrais o risco, por inconsciência, da doença e do acidente. Não vos deixeis levar pela satisfação, sem frutos, do álcool e da droga, que vos reduzem à escravidão. 

No interior de vós mesmos, escutai a vossa consciência que vos chama a ser puros. Sobre o matrimônio, volto a dizer-vos: é uma coisa séria o sacramento do Matrimônio, é um fundamento para um edifício sólido. Um lar não pode alimentar-se com o fogo do prazer que arde depressa como um punhado de ervas secas. 

Os encontros passageiros não fazem senão caricaturar o amor, ferir os corações e ofender o plano de Deus. Se pondes vossa confiança em Cristo, podeis conduzir vossa vida com generosidade na pureza do Evangelho. É verdadeiro para a moral familiar, é verdadeiro para a moral da honestidade em presença dos bons, é verdadeiro em todos os campos da solidariedade, em que cada um é responsável, por seu lado, daquilo que faz viver os vossos irmãos e vossas irmãs. 

Vossa responsabilidade não estará amadurecida se não destruirdes o individualismo que vos faz fugir dos outros. O diálogo é fonte de sabedoria. A partilha é fonte de riqueza. É no ambiente de trabalho, na comunidade estudantil, de lazer, na comunidade de bairro, que cada um adquire sua verdadeira dimensão de homem. Procurai reunir-vos em grupos. Abri juntos o Evangelho, procurai aquilo que Cristo e a Santa Igreja Católica vos dizem, a fim de agir com vossos companheiros, de reagir positivamente perante o “deixa correr” ou o individualismo que bloqueia a sociedade. Avante, sempre com coragem e confiança.

 Preparai-vos juntos, partilhai do amor com toda vossa alma. Levai um rosto jovem a tudo que fizerdes, em toda parte aonde fordes. Lembrai-vos que o vosso principal objetivo deve ser a glória de Deus e a salvação das almas. Para tornar crível vosso testemunho, vossa vida deve irradiar alegria e coragem, mesmo ante a adversidade. Mas isso só será possível se vossa vida interior estiver concretizada por uma íntima comunhão com Cristo, nutrida pela oração pessoal e pela prática da caridade. Na medida em que crescerdes seguindo o modelo do Meu Filho, haveis de tornar-vos um sinal de esperança e uma proclamação viva da ressurreição. 

Não percais a esperança. Não desanimeis ante as dificuldades. É nelas que haveis de dar testemunho de vossa orientação fundamental e de vossa relação com Meu Filho Jesus. Deste modo, chegareis à Pátria, à casa de Deus. Superai-vos a vós mesmos. Eis vosso caminho espiritual, o caminho que desafia e convida a cada um de vós, sobretudo vós, jovens, porque para vós Meu Filho é de modo especial o Caminho, a Verdade e a Vida.

 Meu Filho superou-vos para ensinar o modo de vos superardes a vós mesmos, de encontrardes a vida com Ele, de realizardes n’Ele a vossa vida, o vosso caminho, para vos ensinar o modo de descobrirdes n’Ele a plenitude da verdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário