quarta-feira, 20 de setembro de 2017

08- PEÇO-VOS CONFIANÇA



Não vos atemorizeis ante as dificuldades. Em certo sentido, é normal que elas existam, porque, enfrentadas e resolvidas com a ajuda de Deus, dão ocasião de promover e fortalecer vossa virtude. Queridos sacerdotes: com prudência e sabedoria, encorajai os esforços, corrigi os abusos, amparai os fracos, orientai todas as energias para a maior capacidade de dar e receber. Todos vós, mediante a oração e a reflexão, podeis oferecer a luz do Evangelho e a irradiação do seu ideal ético e espiritual. 

A vossa vida deve estar baseada na fé e no amor de Deus e inspirada, certamente, na fidelidade e generosidade, de maneira que seja fonte de satisfação para vós mesmos e para as pessoas, às quais prestais serviço por amor ao Senhor. Meu Filho deu-vos uma demonstração clara da Sua vontade e deixou-vos o exemplo comovente do amor que vos é necessário no exercício da vossa nobre e grande missão. Ele, que fez com que os surdos ouvissem e os mudos falassem, estará sempre junto de vós com Seu amor Onipotente, a fim de que vossa obra produza frutos abundantes para o Reino dos Céus. 

O Deus da Aliança é o Deus que liberta e que salva. É Deus que demonstra aos homens a Sua providência e paterna solicitude. Desejo que a Minha presença seja para todos vós uma ocasião providencial para renovar o esforço de conversão a Cristo, o qual se baseia na reflexão e na oração, mas também na vida sacramental. Nestes tempos, dai espaço ao sacramento da Penitência ou Reconciliação, que restitui às almas a plena intimidade com Deus. Abri vossos corações Àquele que vê o oculto e que é vosso Pai e Salvador. Deixai que Meu Filho reine na intimidade do vosso coração. Não Lhe regateiem confiança e generosidade. Ele estará convosco. É nobre a missão que vos espera e grande será a recompensa se Lhe forem fiéis

Nenhum comentário:

Postar um comentário