domingo, 23 de julho de 2017

MINHA FÉ 16- O TREM

16- O TREM DO REINO DE DEUS
As pessoas podem salvar-se em qualquer religião, desde que não pequem e pratiquem a misericórdia, ou seja, fizerem o que Jesus mandou que fizéssemos, mesmo não crendo nele: “Eu tive com fome, (etc) e me destes de comer”.
O Reino de Deus é como um trem que está passando e no qual devemos entrar. Cada vagão é reservado para um tipo de Igreja ou sociedade. O vagão da Igreja Católica, o da Congregação Cristã, e assim por diante. Há também o vagão dos pecadores convertidos. É o vagão da misericórdia; aliás, é o maior de todos.  Esse trem se dirige ao céu. Só não chega lá quem não quiser entrar nele, ou seja, quem não quiser pedir perdão de seus pecados.
Lembro-me de um trenzinho que ligava duas cidades do interior paulista nos anos 50/60. O último vagão era reservado para os estudantes. Eu era adolescente. Vínhamos cantando ou treinando as lições em Francês. Eu gostava muito desta poesia: Il pleure dans mon coeur / Comme il pleut sur la ville;/ Quelle est cette langueur/ Qui pénètre mon coeur?/ Ô bruit doux de la pluie/  Par terre et sur les toits! (quem quiser ver a poesia toda, clique aqui.) Traduzindo: Chove no meu coração como chove na cidade; que languidez é essa que penetra meu coração? Ó ruído doce da chuva pela terra e sobre os telhados!...
No trem que vai para o céu entra quem quiser, mas os que entram e cometem pecado leve (=venial), têm que viajar em pé, até pedirem perdão. Os que cometem pecado grave são expulsos do trem e ficam na estação até pedirem perdão. Depois, já perdoados, podem entrar novamente.
Os que não têm fé ou não seguem nenhuma religião, até podem entrar no trem, se praticam a misericórdia, tanto de modo espiritual como material. Praticar a caridade vale um ingresso para entrar no trem. Há um vagão especial para eles!
Nos evangelhos há muitos lances desse assunto. Confiram: Marcos 9, 40: Jesus diz que quem não está contra ele e os cristãos, está com Jesus. Em Mateus 25, vemos o julgamento final: “Quando fizestes isto a um desses pequeninos é a mim que o fizestes”. Em Mateus 21, 31, Jesus diz que as prostitutas e os publicanos entrariam no céu antes que os chefes dos sacerdotes e os líderes religiosos do povo. Na primeira carta de João vemos com insistência que quem ama o irmão é a Jesus que ama.

Uma coisa é certa: o Reino de Deus é como um trem que está passando. Ele não pára. Continua sempre em frente. Cabe ao ser humano entrar nele ou deixá-lo passar. É nisso que acredito. Quem entrar nesse trem sem estar plenamente preparado, vai ter que se purificar de alguma forma, ou aqui mesmo nesta terra, com o sofrimento, ou no Purgatório. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário