terça-feira, 2 de maio de 2017

QUERIGMA E MISTAGOGIA




Aparecida - São Paulo (Terça-feira, 02-05-2017, Gaudium Press





"A palavra querigma é uma extensão de missionário. É um aspecto essencial daquilo que a gente chama uma Igreja missionária, uma Igreja que sai, anuncia Jesus Cristo, fala, como diz o Papa Francisco", afirmou o Padre Lima.


Dentro do novo contexto proposto, de uma Igreja em saída, pobre, como a samaritana que está "procurando a água viva que é Jesus", o querigma é "o anuncio principal do Evangelho, aquilo que é o centro de tudo, aquilo que causa alegria, entusiasmo, as pessoas devem se encantar por Jesus".


Já a mistagogia, segundo o sacerdote, tem relação e origem na palavra mistério, pois "justamente este clima que se cria diante do insondável, daquilo que é maravilhoso, estupendo, que é o mistério de Deus". Mais no campo teológico, este termo remete à reflexão sobre a "metodologia para ter acesso ao mistério de Deus", a qual compreende o símbolo e o rito.


"O símbolo remete a uma realidade, porque das realidades invisíveis a gente não tem como falar, tem que recorrer ao símbolo, a única realidade que não parece ser, mas é, é a eucaristia, que se transforma no corpo de Cristo, isso é o máximo do mistério de Deus e é rodeado de mistério. Outra palavra para traduzir mistagogia é celebração: celebração, oração, contemplação, leitura orante, são todos elementos que formam aquilo que na Igreja chama-se mistagogia", ressaltou.

Ainda conforme o Padre Luiz, uma comparação pode ser feita com a palavra "pedagogia", que a partir de sua origem etimológica, pode ser lida como a condução da criança para o desenvolvimento. Neste sentido, a mistagogia é a "pedagogia do mistério", a condução ao mistério de Deus.


O presbítero lembrou também que o Documento de Aparecida fala do querigma como a maneira prática de colocar alguém em contato com Jesus Cristo e introduzi-lo no discipulado, enquanto as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) abordam a centralidade do querigma ou primeiro anúncio na missão da Igreja e a relação estreita entre a catequese e a liturgia, em um contexto em que "sobressai a formação litúrgica, em todos os níveis da vida eclesial, num processo mistagógico, integrando na ação ritual o sentido teológico e litúrgico nela expresso". (LMI)


Da redação Gaudium Press, com informações CNBB




Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no linkhttp://www.gaudiumpress.org/content/86956#ixzz4fyZdCw9h

Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DIGITE AQUI O SEU COMENTÁRIO