sábado, 7 de janeiro de 2017

EPIFANIA DO SENHOR





ISAÍAS 60,1-6


SL 71- "AS NAÇÕES DE TODA A TERRA HÃO DE ADORAR-VOS, Ó SENHOR!

EFÉSIOS 3,2-3a. 5-6

MATEUS 2,1-12

A festa de hoje refere-se à manifestação de Jesus Cristo a todos os povos pagãos (=nações) simbolizados pelos três magos. Os três presentes que eles deram são altamente simbólicos: Incenso: Jesus é Deus; Ouro: Jesus é rei; Mirra: Jesus é homem.

Essa realidade se repete em nós pelo Batismo, mas com uma diferença: Jesus se torna homem, mas nós nos tornamos "divinos" = filhos de Deus.

As últimas estatísticas mostram que somos três bilhões de cristãos num mundo de sete bilhões de pessoas. Os quatro bilhões que não conhecem ou não seguem a Cristo, são esses nossos "reis" magos atuais. E como os três do evangelho de hoje, eles também querem nos ofereceer seus dons, suas qualidades, algumas virtudes que talvez ainda não temos. Se nós, cristãos, aceitássemos ouvir o que eles têm a dizer, talvez prestassem mais atenção no que nós temos a dizer.

A grande diferença entre nós, cristãos e eles, não-cristãos, é que els prticam (e às vezes selvagemente) o que pregam; nós, como dizia Jesus aos judeus, não movemos, muitas vezes, nem uma só unha para praticar o que pregamos.

O padre Carlos de Foucauld, agora beatificado, foi viver sua vida entre os tuaregues, o povo mais atrasado da terra. Ele nunca pregou uma só palavra: sua pregação era a ação. Dizia sempre: "Devemos gritar o evangelho com a nossa vida!".

Na primeira leitura, Isaías diz que Jerusalém era a luz que norteava os outros povos; no evangelho, Mateus diz que Jesus é essa luz que agtrai a todos, sem distinção. S. Paulo, na segunda leitura, diz que o Evangelho, praticado, é a luz visível que vai atrair aos demais para a luz invisível, que é Cristo.

Seja a nossa vida de tal modo agradável a Deus, que possa também iluminar aos que ainda vivem nas trevas, para que encontrem Jesus, o caminho da luz, e a própria luz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário