quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

20- HERODES E OS STOS. INOCENTES

HOMILIA DE DOM JÚLIO ENDI AKAMINE, ARCEBISPO DE SOROCABA- 28/12/2017

Se você preferir ouvir esta homilia, clique aqui:  ÁUDIO

Evangelho Mateus 2, 13-18 (para ler o evangelho clique nele)

Irmão e irmãs, três dias depois do natal, a festa dos santos inocentes produz em nós uma surpresa dolorosa, pois depois de tanta alegria e tanta doçura, ouvimos a narrativa da matança dos inocentes. 

Herodes, enfurecido porque não conseguiu informação dos Magos, resolveu mandar matar todos os meninos menores de dois anos em Belém e seus arredores. Essa matança é a expressão mais repulsiva, da crueldade e da ambição pelo poder. Sabemos, por fontes não bíblicas, que Herodes foi um déspota que viveu assombrado pelo medo de perder o poder. Ele raciocinava apenas segundo as categorias do poder.

Suspeitava de todos, e sua suspeita era tão doentia que no ano 7 Antes de Cristo ele mandou matar seus filhos Alexandre e Aristóbulo e três anos depois eliminou mais um filho, Antípatro, também por se sentir ameaçado por ele.

Em contraste com as canções natalinas, ouvimos hoje o grito, o choro de Raquel. Ela chora seus filhos mortos e seu lamento é inconsolável. Ela mesma não quer ser consolada porque seus filhos não existem mais. O clamor da mãe desolada é como um grito dirigido a Deus. Mesmo que não queira ser consolada, a desolação da mãe é um pedido de consolação, que não pode ser dada a não ser por Deus. De fato, a única consolação da mãe é a vida dos filhos.

Somente a ressurreição pode superar a injustiça e revogar a constatação amarga dos filhos que já não existem. Por que celebrar os santos inocentes na Oitava do natal? Natal é uma festa bonita que nos faz contemplar o recém-nascido no presépio, nos faz tomar consciência do dom que Deus nos faz de si mesmo, de seu amor pela humanidade. A festa dos santos inocentes, porém, não quebra o clima natalino, pelo contrário, nos faz tomar consciência da seriedade do natal de Jesus.

O menino nascido em Belém é a Luz do Mundo. Mas as trevas imediatamente se opõe ,não quer ser iluminada por essa luz. A festa de hoje nos mostra essa luta, entre Luz e Trevas, Jesus veio vencer as trevas, mas sua vitória passa pelo sofrimento. A Festa de hoje nos adverte: hoje começa a realizar-se a Salvação. Nossa primeira atitude é a de reconhecer que precisamos da Salvação.

Não precisamos fingir sermos grandes pecadores e não o somos, mas precisamos confessar que em nós estão presentes as raízes do pecado. Em nós está presente o egoísmo que nos faz insensíveis ao sofrimento alheio, que faz ver o outro como adversário a ser eliminado. Nós temos a necessidade da luz, do salvador, para ver que Herodes ainda está vivo em nós e que precisamos do amor salvador para vencer o pecado.

Também nós podemos estar do lado de Herodes, podemos também nós agir como Herodes. Herodes está vivo, não só nos outros, mas também em nós. Está vivo quando o egoísmo se desenvolve socialmente, quer nas muitas formas de corrupção que se difunde de maneira capilar, quer na formação de organizações criminosas que ferem a dignidade da pessoa.

Essas organizações ofendem gravemente a Deus, prejudicam os irmãos e lesam a criação, revestidos de uma gravidade ainda maior, se tiver conotações religiosas. Herodes está vivo no drama dilacerante da droga, com a qual se lucra, desafiando leis morais e civis. Herodes vive na devastação dos recursos naturais, na poluição em curso, na indiferença e na insensibilidade pelas vítimas indefesas, das guerras esquecidas. Herodes prolonga sua colheita de inocentes na tragédia das vítimas da exploração do trabalho, nos tráficos ilícitos de dinheiro como também na especulação financeira que assume características nocivas para os sistemas econômicos e sociais, lançando na pobreza milhões de homens e mulheres.

Herodes continua sua obra de morte na prostituição que diariamente ceifa suas vítimas inocentes, sobretudo entre os mais jovens roubando-lhes o futuro. Herodes prossegue seu extermínio no abominável tráfico de seres humanos, nos crimes e abusos contra os menores. Herodes perdura na escravidão que ainda espalha o seu horror em muitas partes do mundo, na tragédia frequentemente ignorada dos imigrantes, sobre quem se especula indignamente na ilegalidade.

Será que Herodes pode se converter? Ainda temos tempo. Nós podemos nos converter, e é essa a mensagem do Natal: o pecador jamais deve se desesperar da possibilidade de mudar de vida. O Natal proclama uma mensagem de confiança para todos. Mesmo para aqueles que cometeram crimes hediondos porque Deus não quer a morte do pecador, mas que se converta e viva.

Que a Festa dos Santos Inocentes nos faça acolher o Salvador. Dele temos necessidade absoluta para que Herodes não continue a sua matança!


Créditos áudio e texto – Rádio Cantate FM 104,5 - “A Frequência do Amor de Deus”


17 anos evangelizando na Internet
E nos canais tradicionais, em texto:


segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

FRASES PARA MEDITAÇÃO




25/12/17 

01-DOZE FRASES PARA MEDITAÇÃO

1- Parafraseando Descartes (Penso, logo existo): Tenho problemas, logo existo.


2- “À custa de tanto repetir que Deus necessita dos homens e que a Igreja necessita de militantes, eu acabei por acreditar nisso. Agia sempre às corridas, de uma ocupação a outra, de uma cidade a outra, de uma reunião a outra. A oração era apressada, as palestras agitadas, o coração ingrato. Após 25 anos, percebi que sobre os meus ombros nada se firmava e que a coluna era falsa, postiça, irreal, criada pela minha fantasia, pela minha vaidade. Tinha caminhado, corrido, falado, organizado, trabalhado, julgado suster alguma coisa; na realidade, todavia, não sustivera coisa alguma”. Carlos Carreto, Irmãozinho de Jesus de Carlos de Foucauld.


3-“ A pura vida contemplativa facilmente nos leva demais para a inatividade ou, o que falando nos devidos termos é ainda pior, a nos absorver com atividades objetivas e relativamente fúteis, ameaçando a perda de uma visão acurada. Por outro lado, uma vida puramente ativa nos leva, mas dia menos dia, à superficialidade e à ignorância e, finalmente, a um ativismo estéril”. Bernardin Schellenberger, monge trapista alemão exclaustrado e pároco de uma aldeia de periferia na Alemanha. 


4- “Eu não acredito que uma pessoa que passa horas a fio diante de uma tevê, possa ter disposição para se entregar à oração”. – René Voillaume, Irmãozinho de Jesus de Carlos de Foucauld. 


5- “As pessoas se entopem de barulho para não ouvirem seu coração”. J.Lechek.


6-“Quanto mais conhecemos os homens, menos os amamos. Quanto mais conhecemos Deus, mais nós o amamos”. Cura D’Ars


7- “Nossa Senhora e os anjos não podem consagrar a hóstia, nem nos absolver dos pecados. O padre pode”!- Cura D’Ars


8- “As palavras da Consagração que um padre pronuncia, de um pedaço de pão faz um Deus. É mais do que criar o mundo”! – Cura D’Ars.


9- “ O fio de cabelo que nos prende a Deus é a humildade “ – Santa Teresa de Jesus. 


10-“Contemplação e pobreza são inseparáveis”. Carlos Carreto.


11- “Se a uma Igreja lhe faltar a opção pelos pobres, essa Igreja não é mais Igreja de Jesus”.- D. Pedro Casaldáliga, sobre o ecumenismo. 


12- Seja qual for o desfecho de minha história atual, vou poder dizer, e isso é o meu consolo e minha única certeza: Deus sempre vai me amar!


02-OUTRAS FRASES DE DIVERSOS AUTORES PARA MEDITAÇÃO. 


As frases tiradas do ofício das leituras, podem ser encontradas no texto integral no site:


1- Pe. Ponciano, de Aparecida - “A oração diminui e anula a distância entre nós e Deus.”

2-Sto Inácio de Antioquia (6ª. Feira da 17ª semana comum):

Sobriedade; tolerância; oração incessante; pedir mais sabedoria; vigiar; falar a todos a Palavra de Deus; suportar as fraquezas dos outros; não se cura a tudo com a mesma pomada; acalmar com os orvalhos os ímpetos febris; ser prudente e simples; ser sempre calmo.

3- Brasil Cristão – revista de dez. 2009, pág. 26: “Se você sabe que faz a vontade do Pai, nenhuma dificuldade tirará a sua paz!”

4- Teilhard de Chardin, do livro Hino do Universo, págs 16-17: “Do elemento cósmico em que se inseriu (pela transubstanciação na Consagração da Missa), o Vergo age para subjugar e assimilar a si todo o resto (...) A Hóstia é semelhante a uma fornalha ardente de onde sua chama se irradia e se espalha (...) A vontade divina só me será revelada à medida do meu esforço”. Como Jacó em Gn 32,27, só tocarei Deus se eu me deixar vencer por Ele. O egoísmo, a avareza, o individualismo, nos fecha a qualquer amorização.

5- Só é livre para fazer algo quem está livre de outras coisas.

6- Kant: “Só somos livres se nos dominarmos, se nosso espírito for livre”.

7- Sta. Rosa de Lima: “Sem cruz, não há caminho que leve ao céu”

8- Sto. Agostinho (of. Leit ofício da memória) “Não me mudarás em ti ao me receberdes em comunhão (diz Jesus), mas tu te mudarás em mim”.

9- Pe. Fernando Cardoso (03/09/2010)- Características de umpadre:

1-oração

2-pregar sempre a si mesmo por primeiro

3- ser litúrgico

4- pregar a todos e desinteressadamente

5-Em primeiro lugar se “ALIMENTAR” de Deus para transbordar aos demais.(Ver no YouTube))

10- Medjugorje: “Somos apenas viajantes nesta terra”

11- Sobre a fantasia- ver na 4ª f. 4ª semana comum de Diádoco (neste site, nos textos ou no site da liturgia das horas).

12-Santa Faustina: Não adianta pensar no passado, nem se preocupar com o futuro. Só temos o momento presente.

13- Santo Agostinho (6ª f. 13ª Semana Comum,Of. Leit): Que fez esse homem para merecer “ser assim assumido na unidade da pessoa pelo Verbo coeterno como Pai e ser o Filho Unigênito de Deus? O que fez para merecê-lo? (...) Pela ação do Verbo, ao assumi-lo, este mesmo homem, desde que começou a existir, começou a ser o Filho único de Deus!” (ou seja, sem mérito próprio algum).

14- “A oração deve ser sem gritaria” (S. Cipriano, 11º domingo comum) .

15-”Quando Deus for tudo em todos, não haverá mais desejos, pois Deus é tudo o que uma pessoa pode possuir “ (Ra f. Da 4ª semana da Páscoa,of. Leit.).

16- “Seduziste-me, Senhor, e eu me deixei seduzir, em cada rosto de pobre, à procura de teu rosto!” (Jeremias 20,7 e D. Pedro Casaldáliga).

17- Nossa oração incessante e contínua nos prepara para recebermos aquilo que pedimos (Sto. Agostinho, 29º domingo comum)

18- “É melhor mancar no bom caminho que correr fora dele” (Sáb 9ª sem. Comum, of. Leit).

19- “Estulto (bobo, idiota) seria o viajante que, detendo-se no caminho a contemplar as risonhas campinas, esquecesse o fim de sua viagem” (S. Gregório Magno, 4º dom. Páscoa of. Leit)

20-Falar várias línguas é ter várias virtudes, como a humildade, a paciência, a obediência (of. Leituras da festa de Sto. Antônio de Pádua,13 de junho)

21-Se não abandonarmos a vida reta, mesmo calados estamos orando (Sto. Agostinho, sáb. 5ª semana Páscoa, of. Leit.).

22-”Nós pedimos ao Pai:'Pelo vosso Filho Jesus Cristo'. Maria, porém pede : 'Pelo nosso filho Jesus Cristo', que faz toda a diferença no pedido! “ (Pe. Zezinho, 08/10/2010, TV Aparecida).

23- “Ostra feliz não faz pérolas” (Coletada por Rubem Alves. A pérola é consequência dos atritos que o grão de areia produz quando penetra na ostra).

24- Uma pessoa deu à sua inimiga uma lata de cocô. Esta lhe retribuiu com uma caixa de queijo, que ela fabricava em seu sítio, com um bilhete: “Cada um presenteia com o que tem de melhor! (Do livro de Rubem Alves)

25- Mais importante que a potência da lâmpada é o que ela está iluminando. Uma lâmpada de 100 watt pode estar iluminando um monte de esterco, e uma de 40 watt, um buquê de flores.(idem)

26- Ser absoluto nos faz obsoletos (Pe. Zezinho, em seu programa diário na TV Aparecida).

27- S. Cipriano, 1º sábado do Adv.- Não se deixar vencer, não desanimar da luta.

28- Pe. Fernando Cardoso: “Deus se deixa frustrar por um momento, mas não para sempre!”

29 -ALGUNS PENSAMENTOS do livro de Márcio Mendes “Vencendo Aflições, alcançando milagres”. Ed. Canção Nova, 30ª edição, fev. 2010.

pág.14: Deus não desistiu e nunca vai desistir de nós.

pág. 16: Às vezes jogamos fora coisas preciosas de nossa vida.

Pág. 22: Nunca devemos desistir, por mais impossível que pareça a solução dos problemas. Melhor do que falar de Deus, é falar COM Deus.

Pág. 24: Para rezar melhor, é preciso rezar mais.

Pág 27: A tristeza que agrada a Deus é a do arrependimento. “O sofrimento suportado com alegria é um poderoso exorcismo”.

Pág.56/57: Os pecados, mesmo perdoados, nos deixam profundas cicatrizes.

Pág. 61-65: Devemos arrancar sem piedade do coração tudo o que desagrada a Deus, ou seja: para beber vinho, tire antes o chá ou o café que está no copo.

Pág. 71-72: Nunca devemos compactuar com pessoas que pecam, ou seja, nunca devemos aprovar o pecado alheio.

Pág. 114/115: Não se auto condene. Perdoe-se!

30- “A grande traição ou tentação ao Evangelho, por parte dos seguidores de Jesus, é desbastar o Evangelho em suas exigências a tal ponto que caiba em todas as partes e se ajuste em qualquer projeto de vida” (“Vida Religiosa”, de Felicisimo Martinez Diez, pág. 93).

31- Todo vício tem o seu remédio e a virtude contrária (...) mas a vanglória (...) é a única que não tem virtude contrária que a combata. Ela se insinua nos atos mais santos; e até na própria humildade, se não se estiver prevenido, ergue, soberta, a sua tenda (...) A vanglória é chamada pelos santos “o caruncho da santidade.” (São Padre Pio de Pietrelcina). 


32- O Deus dos excluídos é o Deus dos que vivem nas condições mínimas de liberdade, ou por não exercer, dadas as condições restritivas do uso do seu sentido e significado na determinação de sua própria existência “ ( “A Revelação de Deus a partir dos excluídos” , Pe. Vítor C. F. Pág. 112).



03- VERSÍCULOS BÍBLICOS INTERESSANTES 



1-Jer 7,11- Vocês pecam, matam, e depois vêm ao templo oferecer sacrifícios e voltam para casa, achando que podem continuar a pecar!

2- Mc 11,24- “Tudo quanto suplicardes e pedirdes, crede que já o recebestes e assim será para vós.”

3- Mc 11,25- “Quando estiverdes orando, se tiverdes alguma coisa contra alguém, perdoai-lhe, para que também vosso Pai que está nos céus vos perdoe as vossas ofensas”.

4- Gn 18,37- Se Abraão tivesse continuado a oração, talvez Deus perdoasse a cidade mesmo que lá não houvesse 10 justos. Em Jer 5,1, pede para tentarem achar em Jerusalém um só justo e Deus perdoaria a cidade.

5-Lucas 11,10: Quem pede, recebe.

6- João 14,6: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida”

7- Isaías 49,15-16:- “Eu nunca te esquecerei”, diz o Senhor.

8- Provérbios 15,17:- “Mais vale um prato de verdura com amor do que um boi cevado com ódio”.

9- Mateus 12,30:- “Quem não está comigo, está contra mim”.

10- Eclesiástico 2,1-6:- “Se te ofereceres para servir o Senhora, prepara-te para a prova (...) não te apavores (...) une-te a Deus e não te separes (...) Aceita tudo o que te acontecer (...) sê paciente nas humilhações (...) o ouro se prova no fogo, e os eleitos, no cadinho da humilhação. Conserva tua confiança na doença e na pobreza. Confia no senhor e Ele te ajudará. Endireita teus caminhos e espera nele”.

11- Oséias 2,16-17: “Vou levá-la ao deserto e aí lhe falarei ao coração. Aí lhe devolverei as videiras, e o vale das desgraças se transformará em portas de esperança.

12- Miquéias 7,19- Deus jogará no mais fundo do mar os nossos pecados.

13- Salmo 138,8-9:- “Completai em mim, Senhor, a obra começada! Vossa bondade é eterna!”

14)- Mateus 20, 1-16:- O dono do campo deu uma moeda para cada um, no final do dia: o amor de Deus é infinito e pleno, não faz diferença entre uma pessoa e outra: Deus nos ama por igual e infinitamente. Vamos continuar, no céu, a intensidade de amor com que o amamos aqui na terra. Aí é que está a diferença: no nosso amor por ele, e não no amor dele por nós.

15-Jeremias 12,5b- Se não nos sentirmos em segurança no nosso dia a dia, muito menos a sentiremos nos dias de tribulação!

16- Eclesiástico 3,20 (grego 18):- “Quanto maior fores, mais humilde deves ser”

17- Salmo 61 (62), 2-3:- “Só em Deus minha alma tem repouso”.

18- Tiago 2,13:- “ A misericórdia triunfa sobre o juízo” (ou seja: se tivermos misericórdia, o juízo final vai ser mais ameno para nós).

19- Provérbios 16,20: 'Quem escuta a Palavra do Senhor com atenção, encontra a felicidade”.

20- Provérbios 17,22:- “Coração alegre, corpo contente; espírito abatido, ossos secos”.

21- Eclesiástico 30,22-27- (Grego 21-25): A alegria é a vida do homem e aumenta a sua vida.

22- 1Coríntios 10,13: “Deus não permitirá que sejais tentado acima de vossas forças”.

23- Salmo 94,11:- “Deus conhece os nossos pensamentos”.

24- Colossenses 2,15-3,4: Muitos ensinamentos não são divinos, mas humanos.

25- 2Cor 2,12-3,6: Somos o perfume de Cristo.

26-2Cor 9,1-15:- “Deus ama quem partilha com alegria.

27- Sofonias 1,1-7:- “Silêncio diante do Senhor Deus!”

28- Isaías 56,10: Não devemos ser sentinelas cegas, nem cães mudos! S. Gregório desenvolve esse tema no ofício das leituras do 27º domingo comum (ver site no início desta página)

29- Lucas 11,24-26 – O recalque é como esses sete demônios que voltam à pessoa com maior força.

30_ 1 Pedro 5,8:- É impossível ser glutão e homem de Deus ao mesmo tempo! Santo Antão viveu no deserto, penitente, e morreu com 104 anos!

31- Romanos 8, 17-18:”Os sofrimentos da vida presente não têm proporção com a glória que deverá revelar-se em nós”. E 2Cor 4,17: “A presente tribulação é momentânea”.

32- Sabedoria 11,24-25:- Se Deus odiasse algo, não o teria criado!

33- Efésios 1,4:- Deus nos escolheu para sermos santos e irrepreensíveis.

34- Salmo 55,9:- “De minha vida recolheste cada lágrima”. Vers. 4:- “Quando o medo me invadir, ó Deus Altíssimo, porei em vós minha confiança!”.

35- Isaías 65, 17: “Jamais lembrarei as coisas passadas!”

36-"Deus enxugará toda lágrima dos nossos olhos".(Apoc 21,4)


4-Trechos selecionados por assunto:



1- SOBRE A SANTIDADE

“Sede perfeitos (...) como o Pai celeste é perfeito”. (Mt 5,48)

“Sede santos, porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo” (Lev 19,2; Lev 11,44; Lev 21,26; Lev 20,7;Êx 22,30; 1ª Pd 1,16; )

“Para que o sirvamos em santidade e justiça” (Lc 1,75)

(Deus, o Pai) “Nos escolheu em Cristo, antes da construção do mundo, para sermos em amor, santos e imaculados a seus olhos” (Ef.1,4)

“A vontade de Deus (...) é a vossa santificação (...) Deus não nos chamo à impureza, mas à santidade” (Tess 4,3.7).

(...)”Vai e de agora em diante não pequeis mais”(João 8,11)

“Filho, dá-me teu coração e faze que teus olhos aprovem e gostem dos meus caminhos” (Prov. 23,26).

“Na Cidade Celeste não entrará coisa alguma impura nem quem cometa abominações e diga mentiras, mas somente os que estão escritos no livro da vida do Cordeiro” (Apoc 21,27)

“Por isso, caríssimos, vivendo nesta esperança, esforçai-vos para que ele vos encontre imaculados e irrepreensíveis na paz” (2ª Pd 3,14)

“O Senhor (...) usa de paciência convosco. Não deseja que ninguém pereça. Ao contrário, quer que todos se arrependam” (2ª Pd 3,9)

“Vigia, (olha) por ti mesmo e pela instrução dos outros com insistência. Assim fazendo, hás de salvar a ti mesmo e aos que te ouvirem”.(1ª Tim 4,16).

“E disse para ela: Os pecados te estão perdoados(...) A tua fé te salvou, vai em paz!” (Lc 7,48.50).



2- ACEITAR-SE

“A verdade vos libertará” (João 8,32).

(...) “Deus é Deus de lealdade e não de falsidade” (Dt 32,4).

(...) “Justos e verdadeiros são teus caminhos, ó Rei das Nações!” (Isaías 11,5).

“A justiça será o cinto de seus quadris e a fidelidade (A verdade), o cinto de seus rins” (Isaías 11,5)

“Estas são as coisas que deveis fazer: falai a verdade uns com os outros”.(Zc 8,16).

“Por isso renunciai à mentira. Cada um diga a verdade ao próximo” (Ef.4,25)

“Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (João 14,6)



3- TRECHOS SOBRE A ORAÇÃO




“Para mostrar que é necessário orar sempre, sem nunca desanimar, Jesus contou uma parábola.(...) Digo-vos que em breve (Deus) lhes fará justiça (àqueles que pedem com fé). Mas quando vier o Filho do Homem, encontrará fé na Terra?” (Lc 18,1.8)

O amigo importuno :- se um amigo vier lhe pedir pão de madrugada e insistir, você acabará lhe dando o pão só para que ele não o importune mais, se não for por causa da amizade. Se isso acontece entre pessoas humanas, quanto mais Deus não nos dará o que lhe pedimos com insistência, se o que lhe pedimos for para o nosso bem? (Lc 11,58)

O fariseu e o publicano: O publicano nem entrou no templo, pois era considerado impuro pelas autoridades, mas apenas ficou na porta, humildemente, implorando o perdão de seus pecados, de cabeça baixa. O fariseu, imponente, rezava julgando o publicano, “fazendo média” com ele. Jesus disse que o publicano saiu perdoado, mas o fariseu, além de não ter sido perdoado, saiu com um pecado a mais. A oração deve, pois, ser insistente, mas humilde e confiante. (Lc 18,9-14).

“Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te são enviados! Quantas vezes quis reunir teus filhos, como a galinha reúne os pintinhos debaixo das asas e tu não quiseste! Tua casa ficará deserta! “ (Mt 23,37-38).

“ Ó Deus(...) a ti procuro, de ti tem sede minha alma; minha carne por ti anseia, como a terra ressequida, sedenta, sem água!” (Sl 63(62),2

“O Senhor é meu Pastor: nada me falta! Em verdes pastagens me faz repousar, conduz-me às fontes tranquilas e reanima minha vida” (Sl 23(22) 1-3a).

“O homem que confia no Senhor será como uma árvore plantada junto da água, que lança suas raízes para a corrente; não teme quando chega o calor; sua folhagem permanece verde; num ano de seca não se preocupa e não pára de produzir frutos" (Jer 17,8 e Salmo 1).

"Mesmo que alguma mãe se esquecesse do filho que gerou, eu não te esqueceria! Eu e tatuei na palma de minhas mãos!" (Is 49,15-16)

"Eu nunca te esquecerei!" (Is 44,21c)

"Eu te amei com um amor eterno, por isso conservei meu amor por ti!" (Jer. 31,3)

"Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearemos juntos" (Apoc 3,20).

"Eu te aconselho a comprares meu ouro provado no fogo, para te enriqueceres, e vestes brancas, para te vestires e não aparecer a vergonha de tua nudez, e colírio, para ungir teus olhos, a fim de poderes ver. Eis que venho como um ladrão. Feliz quem vigia e guarda suas vestes para não andar nu e não serem vistas suas vergonhas". 

sábado, 16 de dezembro de 2017

VOZES ANGÉLICAS REAIS

O PRIMEIRO VÍDEO É MAIS IMPRESSIONANTE. VEJA A HISTÓRIA NO PRÓPRIO VÍDEO OU LOGO APÓS, NESTA PÁGINA. A ALTURA DAS VOZES DE ALGUNS DOS ANJOS NÃO É ALCANÇÁVEL PELA VOZ HUMANA. GRAVADA POR ACASO EM KANSAS CITY, EUA. PRESUME-SE QUE OS ANJOS TOMARAM CONTA DA GRAVAÇÃO...


PRIMEIRO VÍDEO


COMENTÁRIO SOBRE O PRIMEIRO VÍDEO

Transcrito como está no You Tube: 

Publicado em 30 de abr de 2016

Há alguns anos atrás um grupo de 7 pessoas reuniam-se em uma igrejinha de Kansas City - EUA, para ensaiarem hinos de louvor.

Eles cantam "Alleluiah" à capela ou seja sem instrumentos algum somente suas vozes, e usam um velho gravador K7 pra gravarem suas vozes.

Porém, naquele dia, ao voltarem a fita para ouvir... eles não conseguiam entender como é que milhares de outras vozes da mais perfeita harmonia juntavam-se a deles com o som de instrumentos também não tocados por eles...

A voz solo masculina que ouve-se no meio do hino cantando versos também apareceu misteriosamente enquanto as 7 pessoas cantavam somente Alleluiah...

Professores de musica ouviram a fita e constataram que a nossa voz não consegue atingir notas tão altas por tão longo período com tanta harmonia e perfeição.

Até hoje não existe explicação de como esse fenômeno ocorreu... e muitos acreditam que estamos na presença de uma hoste de Anjos cantando Aleluias ao Deus Altíssimo, a quem toda honra e toda gloria devem ser dadas hoje e sempre. Amém
______________

Trecho do Solo:

"Hallelujah, ringing all across the land
Everybody's singing at the Lord's command
All the saints and the angels up in glory wait to hear the news of Jesus and his children as they're coming through."

Tradução do solo: 

Aleluia, tocando por toda a terra
Todos cantando ao comando do Senhor
Todos os santos e os anjos em glória esperam para ouvir a boa nova de Jesus e seus filhos quando eles estiverem chegando ".

XXXXX

SEGUNDO VÍDEO É COM A MÚSICA FLY COM JASON  UPTON, QUANDO CANTAVA PARA 700 ÓRFÃOS. ALGUMAS DAS CRIANÇAS VIRAM UM ANJO CANTANDO COM ELE, QUE DEPOIS APARECEU NA GRAVAÇÃO.


SEGUNDO VÍDEO




Comentário sobre este segundo vídeo:



Não sei se isso aí é verdadeiro, mas a música é muito bonita. Se você quiser ouvir um comentário a respeito dessa citada participação de um anjo na gravação, veja aqui: Comentário de Fábio Santos. O interessante é que o menino que viu o anjo disse que ele tinha 4 metros. O Pedro Siqueira, que diz ver anjos desde os 3 anos, diz que eles têm 3 metros de altura...



Publicado em 30 de jul de 2013





História (exatamente como está no You Tube)



O cantor Jason Upton, líder do ministério norte-americano Key of David, contou na coletiva de imprensa da Conferência Livres 2011, que aconteceu em São Paulo, que durante sua apresentação que resultou na gravação de um CD, ele teve a oportunidade de cantar com um anjo.

O show de gravação aconteceu para 700 órfãos, o evento durou quatro horas e apenas uma canção foi cantada. "Nós dividimos em faixas para o CD, mas, na verdade, o álbum todo é composto por apenas uma faixa."

No final dessa apresentação uma das crianças se dirigiu ao músico e disse que tinha visto um grande anjo cantando atrás dele. "Eu só concordei, olhei pro pessoal da banda e ri. Achei bonitinho, mas disse que deveria ser coisa de criança, que na igreja dela deveriam falar muito sobre anjos," lembra.

Upton só passou a acreditar na visão daquela criança quando ele ouviu a gravação e percebeu que juntamente à sua voz podia se ouvir um som diferente. Questionando o engenheiro de som que trabalhou naquele CD ele tentou achar a resposta daquela segunda voz.

"Ele me disse que era uma interferência nos microfones e que me provaria separando o áudio de cada microfone e me mostrando que o tal som aparecia em todos eles."

De acordo com o músico, o engenheiro de som dividiu os microfones e não encontrou nada até isolar o microfone principal e lá estava o som.

"O engenheiro de som me disse que era como se houvesse alguém cantando a uns cinco metros atrás de mim. Ele ficou sem palavras, apenas saiu, afirmando que precisava tomar um ar."


The Christian Post

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

ORAÇÃO AO ESPÍRITO SANTO

 DUAS ORAÇÕES. A TRADICIONAL E A QUE PEDE PELOS SETE DONS. 

1ª-MAIS CURTA, A TRADICIONAL

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor! Enviai o vosso Espírito e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do espírito santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo espírito e gozemos sempre da sua consolação, por Cristo nosso Senhor. Amém.

2ª- Do opúsculo de Dom Frei Eduardo, OFM, 1945- os Sete Dons.

Ó Espírito Santo, concedei-me o dom do TEMOR DE DEUS, para que eu sempre me lembre com suma reverência e profundo respeito da vossa divina presença, sempre leve a sério a presença da Santíssima Trindade em minha vida, e tenha horror ao pecado.

Concedei-me o dom da PIEDADE, que me tornará delicioso o trato convosco na oração, e me fará amar a Deus com íntimo amor como a meu Pai, a Maria Santíssima como a minha Mãe, e a todas as pessoas como a seus irmãos em Jesus Cristo.

Concedei-me o dom da CIÊNCIA , para que eu conheça cada vez mais a minha própria miséria e fraqueza, a beleza da virtude e o valor inestimável da vida eterna, e para que sempre veja claramente as ciladas do maligno, para poder evitá-las.

Concedei-me o dom da FORTALEZA, para que eu, sem medo de nada, fuja do pecado, pratique a virtude com fervor, e sofra com paciência e com alegria de espírito os desprezos, os prejuízos, perseguições e tudo o que eu não puder evitar, e mesmo a própria morte, antes que renegar por palavras e obras ao amabilíssimo Senhor e Salvador nosso, Jesus Cristo.

Concedei-me o dom do CONSELHO, tão necessário em tantos passos melindrosos da vida, para que sempre escolha o que mais vos agrada, e siga em tudo a vossa divina  graça e, com bons e caridosos conselhos, socorra ao próximo.

Concedei-me o dom da INTELIGÊNCIA, para que, iluminado pela luz celeste de vossa graça, bem entenda as sublimes verdades do Evangelho de Jesus Cristo, assim como a doutrina da Igreja.


Concedei-me o dom da SABEDORIA, a fim de que eu cada vez mais goste das coisas divinas e, abrasado no fogo do vosso amor, prefira com alegria o caminho do céu a tudo o que é pecado, e me uma para sempre a Jesus, sofrendo tudo neste mundo por seu amor. Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

A EUCARISTIA- A HÓSTIA




A Eucaristia constitui o cume para o qual convergem todos os outros sacramentos em ordem ao crescimento espiritual de cada um dos crentes e de toda a Igreja. Neste sentido, o Concílio Vaticano II afirma que a Eucaristia é «fonte e centro de toda a vida cristã», o centro da vida da Igreja. Todos os outros sacramentos e todas as obras da Igreja ordenam-se à Eucaristia porque o seu fim é conduzir os fiéis à união com Cristo, presente neste sacramento (cf. Catecismo, 1324).

Por que será que costumamos associar "Eucaristia" com "Hóstia"?

O termo eucaristia significa ação de graças, e remete para as palavras de Jesus Cristo na Última Ceia: «Tomou, então, o pão e, depois de dar graças [quer dizer, pronunciou uma oração eucarística e de louvor a Deus Pai], partiu-o e distribuiu-o por eles, dizendo…» (Lc 22, 19; cf. 1 Cor 11, 24).

A palavra "Hóstia" vem do latim. Em latim, "hóstia" é praticamente sinônimo de "vítima". Ao animal sacrificado em honra dos deuses, à vítima oferecida em sacrifício à divindade, os romanos (que falavam latim) chamavam de "hóstia”. Ao soldado tombado na guerra vítima da agressão inimiga, defendendo o imperador e a pátria, chamavam de "hóstia".

Originariamente era o animal imolado ao sacrifício. Na Antiguidade, segundo alguns historiadores, chamava-se Hóstias ao ser que se oferecia a uma divindade, nos ofícios religiosos. Na Grécia antiga, o cordeiro era o animal ou a hóstia que se costumava imolar em honra aos deuses. Mais tarde, após o sacrifício de Jesus Cristo em Jerusalém, a Igreja Cristã teve a ideia de aplicar o termo Hóstia a Jesus, que se deixou imolar para a salvação dos homens. Passou então, Jesus Cristo a ser a vítima (Hóstia) que se sacrificou pela humanidade.

Ligada à palavra "hóstia" está à palavra latina "hóstis", que significa: "o inimigo". Daí vem a palavra "hostil" (agressivo, ameaçador, inimigo), "hostilizar" (agredir, provocar, ameaçar). E a vítima fatal de uma agressão, por conseguinte, é uma "hóstia".

Então, aconteceu o seguinte: O cristianismo, ao entrar em contato com a cultura latina, agregou no seu linguajar teológico e litúrgico a palavra "hóstia", exatamente para referir-se à maior "vítima" fatal da agressão humana: Cristo morto e ressuscitado. Os cristãos adotaram a palavra "hóstia" para referir-se ao Cordeiro imolado (vitimado) e, ao mesmo tempo ressuscitado, presente no memorial eucarístico.

Quando falamos em "hóstia", devemos pensar na "vítima pascal", pensamos na morte de Jesus Cristo e sua ressurreição, pensamos no mistério pascal. Hóstia é para nós: a morte do Senhor e sua ressurreição, sua total entrega por nós, presente no pão e no vinho consagrados. Por isso que, após a invocação do Espírito Santo sobre o pão e o vinho e a narração da última ceia do Senhor, na missa, toda a assembleia canta: "Anunciamos, Senhor, a vossa morte, proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus". 

Audiência: missa não é espetáculo para foto, é o encontro com Cristo

Cidade do Vaticano (RV) – A Praça S. Pedro acolheu milhares de fiéis para a Audiência Geral desta quarta-feira ensolarada de outono (08/11/2017) no Vaticano. 

Após saudar os peregrinos de papamóvel, ao se dirigir a eles o Papa Francisco anunciou um novo ciclo de catequeses depois concluir na semana passada a série sobre a esperança.

A partir de agora, o tema será dedicado ao “coração” da Igreja, isto é, a Eucaristia. Para Francisco, é fundamental que os cristãos compreendam bem o valor e o significado da missa, para viver sempre mais plenamente a relação com Deus.

“Não podemos esquecer o grande número de cristãos que, no mundo inteiro, em 2000 anos de história, resistiram até a morte para defender a Eucaristia; e quantos, ainda hoje, arriscam a vida para participar da missa dominical.”

De fato, Jesus diz aos seus discípulos: “Se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. (João 6,53-54)”.

O Papa então manifestou o desejo de dedicar as próximas catequeses para responder a algumas perguntas importantes sobre a Eucaristia e a Missa, para redescobrir, ou descobrir, como a fé resplende o amor de Deus através deste mistério.

Francisco citou o Concílio Vaticano II, que promoveu uma adequada renovação da Liturgia para conduzir os cristãos a compreenderem a grandeza da fé e a beleza do encontro com Cristo. Um tema central que os padres conciliares destacaram foi à formação litúrgica dos fiéis, indispensável para uma verdadeira renovação.

“Crescer no conhecimento do grande dom que Deus nos doou na Eucaristia”, diz o Papa.

A Eucaristia, explicou o Papa, é um acontecimento “maravilhoso”, no qual Jesus Cristo, nossa vida, se faz presente. “Participar da missa é viver outra vez a paixão e a morte redentora do Senhor”. É uma teofania: o Senhor se faz presente no altar para ser oferecido ao Pai para a salvação do mundo.

“O Senhor está ali conosco, presente. Mas muitas vezes, nós vamos lá, conversamos enquanto o sacerdote celebra a eucaristia, mas não celebramos com ele. Mas é o Senhor. Se hoje viesse aqui o presidente da República, ou uma pessoa muito importante, certamente todos ficaríamos perto dele para saudá-lo. Quando vamos à missa, ali está o Senhor. Mas estamos distraídos. Mas, padre, as missas são chatas. A missa não, os sacerdotes! Então eles devem se converter.”

O Pontífice fez algumas perguntas às quais pretende responder como, por exemplo: por que se faz o sinal da cruz e o ato penitencial no início da missa? “Vocês já viram como as crianças fazem o sinal da cruz? Não se sabe bem o que é se é um desenho... É importante ensinar as crianças a fazerem o sinal da cruz, pois assim tem início à missa, a vida, o dia.”

E as leituras, qual o seu significado? Ou por que, a certo ponto, o sacerdote diz ‘corações ao alto? “Ele não diz celulares ao alto para tirar foto! Não! Fico triste quando celebro e vejo muitos fiéis com os celulares ao alto. Não só os fiéis, mas também sacerdotes e até bispos. A missa não é espetáculo, é ir ao encontro da paixão e ressurreição do Senhor. Lembrem-se: chega de celulares.”

“Através dessas catequeses, concluiu o Papa, gostaria de redescobrir com vocês a beleza que se esconde na celebração eucarística e que, quando desvelada, dá pleno sentido à vida de cada um de nós”. 

Sobre a Santa Missa

Santo Inácio de Antioquia

“Esforçai-vos, portanto, por vos reunir mais frequentemente, para celebrar a Eucaristia de Deus e o seu louvor. Pois quando realizais frequentes reuniões, são aniquiladas as forças de Satanás e se desfaz seu malefício por vossa união na fé”.

São João Crisóstomo 

“A Eucaristia dá-nos uma grande inclinação para a virtude, uma grande paz e torna mais fácil o caminho para a santificação”.

São Bernardo de Claraval

"Fica sabendo, ó cristão, que mais se merece assistir devotamente uma só Missa (na igreja), do que distribuir todas as riquezas aos pobres e peregrinar toda a Terra".

São Tomás de Aquino

"O martírio não é nada em comparação com a Santa Missa. Pelo martírio, o homem oferece à Deus a sua vida; na Santa Missa, porém, Deus dá o seu Corpo e o seu Sangue em sacrifício para os homens. Se o homem reconhecesse devidamente esse mistério, morreria de amor. A Eucaristia é o milagre supremo do Salvador; é o Dom soberano do Seu amor."

São João Maria Vianney 

"Agradeçamos, pois, ao Divino Salvador por Ter nos deixado este meio infalível de atrair sobre nós as ondas da divina misericórdia. A Santa Missa é uma embaixada à Santíssima Trindade; de inestimável valor; é o próprio Filho de Deus que a oferece."

Santo Agostinho

“Na hora da morte, as Missas à que houveres assistido serão a tua maior consolação. Um dos fins da Santa Missa, é alcançar para ti o perdão dos teus pecados. Em cada Missa, pode diminuir a pena temporal devida aos teus pecados, pena essa que será diminuída na proporção do teu fervor’. 

São Francisco de Assis 

"Sinto-me abrasado de amor até o mais íntimo do coração pelo santo e admirável Sacramento da Santa Eucaristia e deslumbrado por essa clemência tão caridosa de Nosso Senhor, a ponto de considerar grave falta, para quem, podendo assistir a uma Missa, não o faz."

São Jerônimo 

"Nosso Senhor Jesus Cristo nos concede tudo o que Lhe pedimos na Santa Missa; e o que mais vale é que nos dá ainda o que nem sequer cogitamos pedir-Lhe e que, entretanto, nos é necessário. Cada Santa Missa a que assistires, alcançar-te-á, no Céu, maior grau de glória."

Santa Teresinha do Menino Jesus

“Não é para ficar numa âmbula de ouro, que Jesus desce cada dia do céu, mas para encontrar um outro céu, o da nossa alma, onde ele encontra as sua delícias”.

Conclusão

A eucaristia não é show e nem espetacularização para multidões, não é ideologia partidária para ações políticas, não é exibição para elite das colunas sociais, não é agregação cultural sectária e nem tão pouco um culto individualista com retorno capitalista.

Afirmou o Bem-aventurado Charles de Foucauld: “A Eucaristia é Deus conosco, é Deus em nós, é Deus que se dá perenemente a nós, para amar, adorar, abraçar e possuir”.

Sobre o sacerdote ele disse: “O sacerdote é um ostensório, seu dever é mostrar Jesus. Ele tem de desaparecer para deixar que só se veja Jesus...”.

Já pela eucaristia vivemos a celestialidade, adoração a Santíssima Trindade e as delícias de louvores da corte angelical.

Frei Inácio José do Vale

Professor e Conferencista

Formador dos Irmãozinhos da Fraternidade de Charles de Foucauld

E-mail: pe.inacio.jose@gmail.com

Fontes:

http://br.radiovaticana.va/news/2016/05/26/papa_eucaristia,_centro_e_forma_da_vida_da_igreja/1232722


http://cleofas.com.br/o-que-os-santos-disseram-da-eucaristia-e-da-missa/





domingo, 19 de novembro de 2017

COMO A BÍBLIA CHEGOU ATÉ NÓS

É DELICIOSA ESTA BRIGA DO PE. PAULO RICARDO COM UM EVANGÉLICO QUE ACUSA A IGREJA CATÓLICA DE VÁRIAS COISAS. SE OS PROTESTANTES E EVANGÉLICOS TÊM A BÍBLIA, DEVEM À IGREJA CATÓLICA, QUE CONSERVOU, COPIOU A BÍBLIA POR 1500 ANOS (NÃO HAVIA IMPRENSA), E IMPEDIU QUE NO NOVO TESTAMENTO FOSSEM COLOCADOS LIVROS COMPROVADAMENTE APÓCRIFOS. QUANTO À PEDOFILIA, HÁ MAIS PASTORES ACUSADOS DE PEDOFILIA DO QUE PADRES. NÃO DEIXE DE VER O VÍDEO. VOCÊ VAI ADORAR!



ESTE OUTRO FOI PUBLICADO EM 18/11/2017, E APROFUNDA O ASSUNTO DO ANTERIOR. MUITO ESCLARECEDOR. POR EXEMPLO: A IGREJA VIVEU SEM NENHUMA BÍBLIA POR SÉCULOS, POIS OS LIVROS ESCRITOS ESTAVAM ESPALHADOS E AINDA NÃO HAVIAM SITO REUNIDOS NUM SÓ, QUE ORIGINOU A NOSSA BÍBLIA. 


POR QUE NÃO SOU PROTESTANTE

MAIS OUTRO VÍDEO ESPETACULAR DO PE. PAULO RICARDO. É LONGO, MAS VALE A PENA VER. ALIÁS, ATÉ OS NOSSOS IRMÃOS PROTESTANTES DEVERIAM VÊ-LO. 


EM COMPLEMENTO A ESTE PRIMEIRO VÍDEO, DE 2014, ELE GRAVOU ESTE SEGUNDO, EM 2015: POR QUE SOU CATÓLICO?



quarta-feira, 15 de novembro de 2017

PE. RICARDO DIAS NETO




O PADRE RICARDO É O GORDINHO, SEGUNDO DA DIREITA PARA A ESQUERDA

Consegui gravar um vídeo com a voz do Pe. Ricardo num curso de canto dos anos 90, a música PRA CONSOLAR MARIA. Não sei lidar com isso, mas dá para ouvir. Clique aqui:
VÍDEO COM A VOZ DO PE. RICARDO


ESTE VÍDEO A SEGUIR É A MESMA MÚSICA, MAS COM GRAVAÇÃO DO FREDERICO, DO GRUPO DISPA




BENDITOS DE MEU PAI


 E EXPOSIÇÃO DO CAIXÃO MORTUÁRIO. 
Mesma música, Herdeiros do Reino,  cantada pelo povo na missa de corpo presente. O corpo veio de Roma, onde ele estava morando, vários dias após sua morte. 



AVE-MARIA DAS EQUIPES DE N. SRA.



O comentário é de quem postou o vídeo no Youtube: 

"Linda música de autoria do Padre Ricardo Dias Neto (mai/1985). O padre e jornalista Ricardo Dias Neto, morreu com 56 anos. Ele era o diretor responsável pela edição em Língua Portuguesa do jornal L'Osservatore Romano, órgão oficial da Igreja Católica, e colaborava com a Rádio Vaticano.(Dominus Vobiscum). Pe Ricardo faleceu no início deste mês em Roma" (out 2007)

(A música Herdeiros do Reino foi retirada do público).

Músico, compositor, poliglota (falava várias línguas), literato, excelente sacerdote, esmerado na liturgia, mestre em etiqueta e em relacionamento com as pessoas de todas as classes. Era refinado em suas atitudes, mas viera de um berço humilde.

Quem conta isso é o meu amigo padre, completamente oposto ao Pe. Ricardo: simples, sem nenhuma etiqueta, nem músico, nem poliglota (arranha um pouco de inglês, francês, espanhol e latim), mas com certa capacidade na escrita referente a poesias, textos de catequese, crônicas e reflexões, e também um bom pregador.

Eram amigos, justamente por causa dessa oposição nos dotes. O ponto em comum estava na poesia e na literatura, incluindo filmes e certos tipos de música.

O padre Ricardo foi morar no Vaticano. Ultimamente era responsável pela edição em português do Osservatore Romano. Chegou a tocar piano a quatro mãos com o papa Bento XVI.

Quando ainda morava no Colégio Pio Brasileiro, de Roma escreveu uma carta ao meu amigo. Terminou a carta dizendo: Bem, agora são quatro horas da tarde e eu vou tomar meu chá inglês na chícara de porcelana chinesa, ouvindo o Rackmaninof (um dos mais sofisticados compositores)”.

O meu amigo, caipirão, respondeu e terminou sua carta dizendo: “Bem, agora são três horas da tarde, e eu vou tomar meu chá mate Leão, no copo de geleia da Cica, ouvindo o Chitãozinho e Xororó”.

O Pe. Ricardo riu muito e um dos seus colegas, voltando ao Brasil, contou que mostrava a carta a todos.

Outro fato na vida do Pe. Ricardo foi quando deixara sobre a mesa de trabalho uma florzinha chamada Edelweis (edelváis), que só cresce nos Alpes Austríacos, e que uma paroquiana, vinda de lá, lhe dera.

Chegando de uma visita que fizera, procurou a florzinha para guardá-la e não a encontrou. Perguntou, então, à empregada, D. Iolanda:

“Onde está a minha edelweiss?”

- “Éde o quê, Pe. Ricardo?”

Ele lhe explicou. Ela lhe informou:

Ah! Aquela florzinha seca? Eu a joguei no lixo!”

O resultado da história é que ambos ficaram remexendo o lixo até encontrar a tal florzinha.

Um outro fato do padre aconteceu num passeio a Campos de Jordão com vários de seus colegas padres. Certa noite ele voltava de um passeio pela cidade. Todos os outros tinham os olhos fitos na tevê. Ele chegou, cumprimentou-os com um “boa-noite” e ninguém lhe respondeu. Sem pensar suas vezes, ficou defronte com a tevê, ajoelhou-se para ela e lhe fez uma lenta reverência, como se a adorasse. “Caiu a ficha” dos colegas, que riram e perceberam que pregavam tanto o desapego à tevê e não tiveram ânimo para desligar-se dela a fim de cumprimentar o colega.

Quando o Pe. Ricardo precisava resolver algum problema sério, procurava o meu amigo para desabafar e pedir uma opinião. Foi após um desses desabafos que ele compôs essa música do vídeo que vocês podem assistir aqui: “Pra Consolar Maria”.

O Pe. Ricardo morreu em Roma, na Praça de S. Pedro, a 04 de outubro de 2007. Tinha  56  anos de idade. Que saudade! 

Nós, que ainda estamos vivos, temos um "tempinho" de gorjeta. Como o aproveitaremos? Como nos aprofundar no relacionamento com os irmãos? Como ajudá-los?

O Pe. Ricardo e tantos outros que morreram jovens não têm mais esse tempo. Ele já deve estar "regendo o coral celeste", como diz numa de suas músicas. Meu amigo, que o conheceu bem, lhe disse uma vez em tom de brincadeira: "Não é muita pretensão sua reger o coral celeste?"

Gente, vamos agradecer a Deus por termos ainda um tempinho de sobra e recomeçar nossa vida, numa vida mais santa!


(Teófilo Aparecido, 18/02/2013)