sexta-feira, 18 de novembro de 2016

SANTA BERNARDETTE SOUBIROUS

(VEJA A BIOGRAFIA LOGO DEPOIS DESTE TEXTO)

O corpo incorrupto de Santa Bernadette Soubirous segundo os médicos que fizeram as exumações  (Fonte: A Ciência Confirma a Igreja)

A incorruptibilidade do corpo de Santa Bernadette Soubirous é um dos casos mais assombrosos e estudados pela medicina.
 Desde 3 de agosto de 1925, o corpo intacto da Santa se encontra exposto numa urna de cristal na capela do convento de Saint-Gildard, na cidade de Nevers, França. A cidade fica na Borgonha, a 260 km ao sul-sudeste de Paris.
 Assim informa uma inscrição ao lado do corpo da Santa na mesma capela:
 “O corpo de Santa Bernadette repousa nesta capela desde 3 de agosto de 1925.
 Ele está intacto e “como se estivesse petrificado” segundo foi reconhecido pelos médicos juramentados e pelas autoridades civis e religiosas por ocasião das exumações de 1909, 1919 e 1925.
 O rosto e as mãos, que escureceram no contato com o ar, foram recobertos com ligeiras camadas de cera, moldadas segundo os modelos recolhidos diretamente.
 A posição inclinada para o lado esquerdo foi assumida pelo corpo no túmulo.”
 Primeira exumação

Em 22 de setembro de 1909, trinta anos após o velório, seu cadáver foi exumado pela primeira vez e o corpo encontrado intacto. Os Drs. Ch. David e A. Jordan, que conduziram esta primeira exumação, escreveram no relatório da perícia:
 “O caixão foi aberto na presença do Bispo e do Prefeito de Nevers, seus principais representantes e diversos religiosos. “Não notamos nenhum odor. “O corpo estava vestido com o Hábito da Ordem a que pertencia Bernadette. O Hábito estava úmido.
 “Apenas a face, mãos e antebraços estavam descobertos. “A cabeça estava inclinada para a esquerda. A face estava lânguida e branca. A pele estava apegada aos músculos e estes apegados aos ossos. “As cavidades oculares estavam cobertas pelas pálpebras [...]  “Nariz dilatado e enrugado. Boca levemente aberta e se podia ver os dentes no lugar.
 “As mãos, cruzadas sobre o peito, estavam perfeitamente preservadas, bem como suas unhas. As mãos seguravam um terço. Podia se observar as veias no antebraço.” “Os pés estavam enrugados e as unhas intactas. “Quando o Hábito foi removido e o véu levantado de sua cabeça, pode se observar um corpo rígido, pele esticada [...]
 “Seu cabelo estava com um corte curto e bem preso à cabeça. As orelhas estavam em perfeito estado de conservação [...]  “O abdome estava esticado, assim como o resto do corpo. Ao ser tocado, tinha um som como de papelão. “O joelho direito estava mais largo que o esquerdo.
 “As costelas e músculos se observavam sob a pele [...] “O corpo estava tão rígido que podia ser virado para um lado e para o outro [...]  “Em testemunho de que temos corretamente escrito esta presente declaração, a qual representa a verdade em sua totalidade.
 Nevers, 22 de setembro de 1909, Drs. Ch. David, A. Jourdan.” 

Segunda exumação

 Em 1919, dez anos depois da primeira exumação, realizou-se uma segunda exumação do corpo de Santa Bernadette. A situação encontrada foi exatamente a mesma da primeira exumação.

Terceira exumação
 Por fim, a 18 de novembro de 1923, Sua Santidade o Papa Pio XI assinou decreto reconhecendo a heroicidade das virtudes de Bernadette. Após a beatificação da Santa, foi efetivada uma terceira exumação em 12 de Junho de 1925. O objetivo era a retirada de “relíquias” de seu corpo. A canonização viria oito anos mais tarde, em 1933.
 Sobre esta última exumação, escreveu o Dr. Comte em seu relatório, em termos forenses que por vezes espantam aos leigos, mas que nos permitem medir com exatidão o grau da incorruptibilidade do corpo da vidente de Lourdes (quem desejar ver a descrição, clique no link do site, logo no início ou no final do texto).
  “O que mais me impressionou durante esta exumação foi o perfeito estado de conservação do esqueleto, tecidos fibrosos, musculatura flexível e firme, ligamentos e pele após quarenta e seis anos de sua morte.
 “Após tanto tempo, qualquer organismo morto tenderia a desintegra-se, a se decompor e adquirir uma consistência calcária. “Contudo, ao cortar, eu percebi uma consistência quase normal e macia.  O corpo milagrosamente preservado de Santa Bernadette encoraja os visitantes a imitarem a vida de Santa Bernadette e levarem a sério as mensagens transmitidas pela vidente da Imaculada Conceição.

Luis Dufaur

Fonte: A Ciência Confirma a Igreja

BIOGRAFIA DE STA. BERNARDETTE

    A santíssima Mãe de Deus, para conferir  aos  homens mais uma de suas  infinitas graças, e para confundir o que no mundo se julga forte,  escolheu um instrumento, à preferência de  outros, débil, segundo a  divina economia que São Paulo exalta: "Deus escolheu o que é fraco no mundo, para confundir os fortes" (1Cor 1,27). Este instrumento era Bernarda Soubirous, nome hoje caríssimo e celebérrimo no mundo inteiro, mas naquele tempo, quando apenas quinze anos contava, de todos desconhecida. 
     Nascida  em Lourdes, região montanhosa dos Pirineus, a 7 de janeiro de  1844, filha de Francisco e Ludovica Casterot, dois dias  depois foi batizada e  recebeu o nome de Maria Bernarda.
     Vivendo pobremente e  por algum tempo empregada  em  tomar conta do gado, crescia sem alguma doutrina humana, mas em suavíssima simplicidade de  costumes e  admirável candura de espírito, querida por Deus e  pela  Santíssima Virgem Mãe.  Maria observou a  humildade de  sua filha e  dignou a inocente menina , entre 11 de fevereiro a  16 de julho de  1858, de 18 aparições e  de  celeste colóquio. Na época, o bispo local,  que inicialmente duvidara  da versão da inculta menina, que afirmava as aparições, pôs ela à prova e pediu para que, na próxima aparição,  perguntasse à ela qual o seu nome.

Bernardete, cumprindo o pedido do bispo, esclareceu à Virgem a indagação do bispo, no que Nossa Senhora respondeu: "Eu sou a Imaculada Conceição". Ao retornar, o bispo ouviu estupefato a resposta da menina, já que tratava-se de um dogma recém proclamado, o dogma da "Imaculada Conceição"  firmado há menos de quatro anos por Pio IX (1854) que, pelas dificuldades de comunicação da época, estava restrito ao conhecimento ainda dos setores mais elevados da Igreja.   
   Nesta, tão célebre aparição e ilustrada por Deus  por tantos sinais, pode-se notar um tríplice carisma, conferido à piedosa jovem. Chamamo-la antes de tudo:  Vidente, porque diante de  numeroso povo,  arrebatada  em êxtase, foi maravilhosamente  deliciada com o bondoso aspecto da Virgem. Chamamo-la de  Mensageira da Virgem ao  mundo, porque por ordem de Maria pregou  penitência e oração ao povo;  mandou aos sacerdotes, que naquele lugar construísse um Santuário; predisse a  todos  a  glória, a santidade e  os futuros benefícios do  mesmo lugar.

 Por fim vemos nela a  Testemunha  da Verdade, porque a muitos  contradizentes, com o máximo candor de simplicidade, junto com  suprema prudência do  mandamento confiado da  Virgem, com admiração de todos os eclesiásticos e de  juízes seculares. 
      Todas estas coisas levadas  ao termo por divino impulso por uma  ignorante e  inculta menina, Deus a  leva  longe  para a solidão de um convento, e quase desprezada pelo mundo, preparou-se  para  coisas  mais admiráveis, para que,  pregada na cruz  com Cristo e  com ele  quase sepultada, atingisse profundamente na humildade a  vida interior sobrenatural e, um dia  na luz da santidade ressurgindo ao mundo, com este estável testemunho da  santidade  unisse nova glória ao  Santuário de  Lourdes.

Por  isto, obedecendo ao chamamento de  Deus, em julho de  1867 se  transferiu para Nevers, para iniciar a  vida religiosa na Casa-Mãe das Irmãs da Caridade e  instrução cristã.  Terminado o noviciado no mesmo ano, fez os votos temporais e onze anos depois os perpétuos. Admiravelmente fulguraram nela as virtudes, mas sua alma virgem foi principalmente adornada daquelas  que mais convinha à discípula predileta da Virgem Maria:  Humildade  profunda, terníssima pureza e ardente caridade.

 Provou-as  e aumentou-as com as dores de  uma longa enfermidade e  angústias de espírito que a atormentaram suportando-as  com suma  paciência.  Na mesma casa religiosa a  humildíssima  virgem  ficou até a morte, que depois de  recebidos  os  sacramentos  da  Igreja, invocando sua dulcíssima Mãe Maria, descansou santamente a  16 de abril de  1879, no trigésimo sexto ano de  idade,  e  duodécimo de  vida religiosa.
  Tendo ficado até este  ponto como debaixo do alqueire da humildade, com a morte  tornou-se resplandecente  a  todo o mundo.  Debaixo do pontificado de  Pio X, em 1923, foi iniciado o  processo de sua beatificação. A 14 de julho de  1925 o Papa  Pio XI lançou o nome da serva de Deus nos fatos dos bem-aventurados. Em contemplação aos grandes e inegáveis milagres, que Deus se dignou operar por sua serva, a causa foi reassumida em junho de 1926 e levada ao fim em 2 de julho de 1933.
  "Os acontecimentos que então se desenrolaram em Lourdes e cujas proporções espirituais melhor medimos hoje, são-vos bem conhecidos. Sabeis, caros filhos e veneráveis irmãos, em que condições estupendas, apesar de zombarias, de dúvidas e de oposições, a voz daquela menina, mensageira da Imaculada, se impôs ao mundo. Sabeis a firmeza e a pureza do testemunho, experimentado com sabedoria pela autoridade episcopal e por ela sancionado desde 1862. Já as multidões haviam acorrido e não têm cessado de precipitar-se para a gruta das aparições, para a fonte milagrosa, para o santuário elevado a pedido de Maria.

 É o comovente cortejo dos humildes, dos doentes e dos aflitos; é a imponente peregrinação de milhares de fiéis de uma diocese ou de uma nação; é a discreta diligência de uma alma inquieta que busca a verdade... Dizíamos nós: "Jamais num lugar da terra se viu semelhante cortejo de sofrimento, jamais semelhante irradiação de paz, de serenidade e de alegria!. E, poderíamos acrescentar, jamais se saberá a soma de benefícios de que o mundo é devedor à Virgem auxiliadora! "Ó gruta feliz, honrada pela presença da Mãe de Deus! Rocha digna de veneração, da qual brotaram abundantes as águas vivificadoras!" (...)

 Estes cem anos de culto mariano teceram, ademais, entre a Sé de Pedro e o santuário pirenaico laços estreitos, que nos apraz reconhecer. A própria virgem Maria não desejou essas aproximações? "O que em Roma, pelo seu magistério infalível, o sumo pontífice definia, a Virgem Imaculada Mãe de Deus, a bendita entre as mulheres, quis, ao que parece, confïrmá-lo por sua boca, quando pouco depois se manifestou por uma célebre aparição na gruta de Massabielle".

Certamente, a palavra infalível do pontífice romano, intérprete autêntico da verdade revelada, não necessitava de nenhuma confirmação celeste para se impor à fé dos fiéis. Mas com que emoção e com que gratidão o povo cristão e seus pastores não recolheram dos lábios de Bernardete essa resposta vinda do céu: "Eu sou a Imaculada Conceição"! " (Trecho da Carta Encíclica do Papa Pio XI - durante o centenário das aparições da SS. Virgem em Lourdes - 02 de julho de 1957) 
Reflexões:
Bernardete, cavando o  solo com os seus  dedos  afiados, fazia surgir, pela graça de Nossa Senhora, uma fonte de água do milagre, o mais fecundo capítulo da apologética moderna. Recebeu um ministério novo, confiado a todos  os Santos. Cada  um deles, porém, tem  as suas características. As de Bernadete são a sua pequenez engrandecida pela força e pelo amor de Cristo. A sua condição humilde de  ontem, elevada hoje, à distribuidora de  grandes lições ao gênero humano.
Mostrou-nos ela a Rainha  dos Santos; hoje começa a  ensinar-nos o espírito de santidade. Já não é o sobrenatural acima de nós, mas dentro de  nós. Já não nos convida a  irmos às bordas do Gave beber da água milagrosa;  o seu apelo  é para que vamos ao grande rio sacramental, onde  as  almas bebem a  santidade; e para que  consideremos como a humanidade se refaz, se  nobilita, se sublima, modelada em Cristo.
A sua  voz dir-nos-á de futuro: Vêde, homens pequeninos,  materializados em  gozos efêmeros, o que pode a  ignorância, a humildade de  uma camponesa iletrada, transformada pelo Espírito Santo.
É talvez mais bela  esta segunda missão do que a primeira. Depois de nos revelar a Virgem, mostra-nos o Espírito Divino. Com uma diferença: é que  a  Virgem vimo-la   através dos  olhos dela;  o Espírito vemo-la nela própria.  
Extraído do site:

http://paginaoriente.com/santosdaigreja/abr/bernadetes1604.htmhttp://paginaoriente.com/santosdaigreja/abr/bernadetes1604.htm

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

JANEIRO


01/01- DIA MUNDIAL DA PAZ. SOLENIDADE DE SANTA MARIA MÃE DE DEUS
Como você festejou esta passagem de ano? Alguma(s) coisa(s) de que tem remorso, que acha que não deveria ter feito? Por outro lado, o que você fez de bom? Perdoou e se encontrou com aquela(s) pessoa(s) de que estava separado(a) por brigas ou antipatias?
Lembre-se de que Jesus morreu por nós e nos perdoa sempre, mas dele não se zomba! No sermão da montanha (Mateus 5;6;7), Jesus diz que só seremos perdoados se também perdoamos!
Seja como for, se você está sentido(a) por algo, peça a Deus o perdão necessário e, se ofendeu alguém, peça-lhe desculpas, se for o caso.
Maria, mãe de Jesus homem é também mãe de Jesus enquanto Deus, como lemos em Lucas 2,43: “Donde me vem que a mãe do meu Senhor...” (título divino de Jesus ressuscitado, “Kyrios”, como em Atos 2,36 e Fil 2,11. É a tradução da palavra “Javé” e Adonai do AT). Por isso, a festa de hoje, “Maria, Mãe de Deus”. Esse título foi declarado oficialmente em 431, no Concílio Ecumênico de Éfeso. Leituras: Números 6,22-27; Gálatas 4,4-7; Lucas 2,16-21.


2/01- S. BASÍLIO MAGNO (+379) E S. GREGÓRIO NAZIANZENO (+390), bispos e doutores, mártires.
1ª João 2,22-28 e João 1,19-28: “Não sou digno sequer de desatar as correias de sua (=de Jesus) sandálias”.
Hoje é dia de recomeçarmos nossa vida. Peçamos perdão de nossos pecados e façamos um projeto para o ano que começa. Dizia S. Basílio, um dos santos de hoje: “Se cada um se contentasse com tomar o indispensável para atender às suas necessidades e deixasse para os pobres o supérfluo, não haveria nem pobres, nem ricos, e não existiria a questão social”.
03/01- SANTÍSSIMO NOME DE JESUS E STA. GENOVEVA +502
Fil 2,10:”Ao Nome de Jesus todo joelho se dobre nos céus, sobre a terra e debaixo da terra”. 1ª João 2,29-3,6:”Eu sou a voz que clama no deserto”; João 1,29-34:”Eu vi e dou testemunho de que ele (Jesus) é o Filho de Deuys.
O que você acha de nós às vezes pronunciarmos o Nome de Deus a toa? A russa Catherine, dos poustinias, condenava muito isso nos norte-americanos quando a qualquer momento dizem “my God”. Quanto à santa comemorada hoje, Sta. Genoveva, foi caluniada e vítima de maledicências, mas “não se perturbou; antes, encheu-se de satisfação por poder sofrer pelo Nome de Jesus”. Por seu intermédio, ainda em vida, Átila não entrou em Paris para destruir a cidade e logo depois foi detido em Orleans. Só para lembrar: você já fez seus propósitos para este ano?

04/01- SANTA ÂNGELA DE FOLIGNO +1309 (casada, vários filhos, enviuvou, perdeu os filhos um após o outro, antes dos 40 anos. Disse, em sua conversão: ”Não senti tanto amor a Deus quanto arrependimento, dor e vergonha dos meus pecados”).
1ª João 3,7-10 “Quem não ama seu irmão não é de Deus”; João 1,35-42: Os apóstolos tiveram um encontro pessoal com Jesus: “Vinde e Vede onde moro”. Nós poderemos ter esse contato pessoal com Jesus na oração mais prolongada e no contato com os irmãos, principalmente os mais necessitados. Não adianta falarmos sobre Deus se não falarmos COM Ele! Lembrete: Já fez os propósitos para este ano?

05/01- SÃO JOÃO NEPUMOCENO NEUMANN +1860-
1ª João 3,11-21: “Não amemos de palavra nem de língua, mas por ações e em verdade”, agindo sempre em favor dos irmãos.
João 1,43-51: “Eis um verdadeiro israelita, em quem não há fingimento”. Jesus falou isso de Natanael (veja nosso texto Natanael no índice). Será que ele poderia falar isso a nosso respeito? Somos pessoas em que, decididamente, não há nenhum fingimento? Somos sinceros conosco mesmos e com os outros?

06/01- EPIFANIA DO SENHOR
Isaías 60,1-6; Efésios 3,2-3ª.5-6; Mateis 2.1-12.
Epifania significa “manifestação”. Temos um texto com esse nome no blog. O ouro diz que Jesus é rei; o incenso, que ele é Deus; a mirra, que é homem mortal.
Todas as pessoas, independentemente de sua origem etnia, religião etc, são chamadas à felicidade do paraíso, mediante a aceitação de Jesus como seu Deus, Senhor e Salvador.
Enquanto os magos confiavam na graça de Deus (pela estrela), viam o caminho; quando confiaram no que os homens diziam (busca na cidade), perderam o rumo e só o reencontraram quando confiaram novamente em Deus. E você? Confia mais nas pessoas ou em Deus, em suas opções? Você vai fazer isto ou aquilo só porque todos fazem?

07/01- S. RAIMUNDO DE PEÑAFORT  - +1275
(Trabalhou muito pelo resgate dos escravos).
1ª João 3,22-4-6. O melhor método para saber se você está no caminho certo é seguir as orientações da Igreja.
Mateus 4,12-17. 23-25-“Aos que viviam nas sombras da morte, viu uma grande luz”.
O pecado nos deixa no escuro. Pedindo humildemente perdão de todos eles, reencontramos a luz. O importante é nunca ficar caído (a), mas sempre buscar levantar-se e seguir o caminho, sem esmorecimento. O Reino de Deus sempre está próximo dos que sempre pedem perdão e recomeçam a caminhada para a santidade.

08/01- SÃO SEVERINO-+482
Marcos 6,34-44. No deserto, o nosso único alimento é a graça e a presença de Deus. Aprendamos a fazer deserto e silêncio em nosso coração!
1ª João 4,7-10: “Aquele que não ama não conheceu a Deus, porque Deus é amor”. Ora, só os outros são referências de nosso amor por Deus, pois não o vemos. Se quisermos conhecê-lo e amá-lo, temos que conhecer e amar o próximo. Uma das maneiras de fazer isso é aprender a ouvir. Você tem paciência para ouvir seu irmão (sua irmã)? Geralmente, não os ouvimos.
Eu, por exemplo, tenho muita dificuldade com isso. Luto muito para aprender a ouvir. Um exemplo de nossa conversação: se alguém nos fala que está com algum problema, nós logo lhe falamos um problema maior que está ocorrendo conosco, sem dar alguma resposta para o problema que ele ou ela está sentindo.
 Nossas dores, nossos problemas, achamos sempre serem maiores do que os dos demais. Se alguém me diz que foi à Bahia, eu logo encontro em minha memória algum lugar mais longe a que eu fui!

09/01- SANTO ADRIANO AFRICANO- +710.
1ª João 4,11-18: “Não há temor no amor! (...)Se nos amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós e seu amor em nós é perfeito (...) e tenhamos plena confiança no dia do julgamento”. Diz Sto. Agostinho que na comunhão que recebemos não é Jesus que se transforma em nós, mas nós é que nos transformamos nele!
Marcos 6,45-52- O mar simboliza o mal e o desconhecido, na bíblia. Jesus, ao andar sobre o mar, nos mostra que ele venceu o mal e, se nós o tivermos conosco, também venceremos! Também nos mostra que ele domina o que nos é desconhecido. Ele veio nos anunciar os mistérios de Deus, até então ocultos.
Lembremo-nos que é pela oração contínua que temos Jesus sempre conosco e, quando permanecemos humildes diante de Deus e dos irmãos, sempre a serviço deles.

10/01-SÃO LUCIANO DE ANTIOQUIA-+190, mártir.
1ª João 4,19-5,4: “Aquele que ama a Deus, ame também a seu irmão (...). Os  mandamentos de Deus não são pesados, pois todo o que nasceu de Deus vence o mundo”.
Lucas 4,14-27-“O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para evangelizar os pobres(...), para proclamar a remissão aos presos, e aos cegos a recuperação da vista, para restituir a liberdade aos oprimidos”.
Não nos amedrontemos, amigos (as)! Jesus nos prometeu a liberdade e a salvação, se lhe abrirmos as portas e o deixarmos entrar em nossa vida, como ele mesmo nos diz no Apocalipse 3,20!

11/01-SÃO TEODÓSIO, monge +529, com 105 anos de idade, embora fizesse muita penitência e jejum, além de ajudar muita gente. Isso confirma aquela ideia de que comer menos faz mais bem à saúde do que comer muito!
1ª João 5,5-13- “Aquele que não crê em Deus, faz dele um mentiroso, porque não crê no testemunho que Deus deu de seu Filho”, ou seja, que ele nos deu a vida eterna, que está em seu Filho. Portanto, se cremos em Deus, creiamos também que ele nos oferece, por Jesus, a vida eterna.
Lucas 5,12-16. Curando o leproso, Jesus nos mostra que nos limpa a lepra do pecado.
Estamos no final do tempo de Natal que, em alguns anos, já terminou ontem. Será que nós aderimos a Jesus, que nasceu como homem em tudo, menos no pecado? Jesus nos oferece os sacramentos como atualização de sua presença em nós. De que modo estamos participando dos sacramentos? A Eucaristia, por exemplo, será que já faz parte de nossa vida?

12/01-SÃO FULGÊNCIO +537
Mateus 3,13-17- Ao entrar na água, não foi ela que purificou Jesus, mas foi ele que purificou a água para o nosso batismo!
Hoje é o último dia para a comemoração do batismo do Senhor, se no dia 11 foi o domingo da Epifania.
Isaías 42,1-4.6-7- Jesus não desperdiçará nenhum sinal de boa vontade e de desejo de salvação que dermos por meio de nossa vida. “Eu te segurei pela mão”, como o pai ou a mãe seguram seu filho.
Atos 10,34-38.- Pelo batismo acaba toda a distinção entre as pessoas: todas elas, sejam do judaísmo, do paganismo ou do ateísmo, se tornam filhas adotivas de Deus, sacerdotes, profetas e herdam o seu Reino. Pelo nosso sacerdócio batismal, podemos rezar por nós e pelos outros; pelo profetismo batismal, podemos pregar a palavra de Deus, principalmente por nossa vida.

13/01- SANTO HILÁRIO DE POITIERS, 4º século.
Marcos 1,14-20- “Convertei-vos e crede no Evangelho”. Os apóstolos nos comunicaram o caminho do céu. Muitas vezes nos perdemos no rebuliço do mundo e nas agruras que sofremos. Não podemos desanimar nem desacreditar do poder misericordioso de Deus.
Ele é “poderoso para realizar por nós, em tudo, muito além, infinitamente além do que pedimos ou pensamos” Efésios 3,20

14/01- STA. ELIZABETH ANA BAYLEY +1821 (casada, fundadora das escolas paroquiais nos Estados Unidos.
Hebreus 2,5-12; Jesus se fez plenamente homem, embora seja também plenamente Deus, em nosso favor.
1ª Samuel 1,9-20; Ana faz um voto ao senhor para ter um filho
Marcos 1,21-28: Jesus domina até os demônios e o povo se alegra com isso.
Deus não quer que você sofra, mas permite-lhe os sofrimentos, para nos purificar. Ele também aceitou o sofrimento de modo total, para nos dar exemplo. Veja esse assunto (sofrimento) no nosso blog.

15/01-SÃO MAURO, monge, +567 (discípulo de São Bento).
Hebreus 2,14-18: Jesus se tornou em tudo semelhante a nós para poder ser um sacerdote misericordioso
1ª Samuel 3,1-10.19-20-Samuel ouve a voz de Deus e atende ao seu chamado.
Marcos 1,29-39- Jesus passava o dia pregando a palavra e fazendo o bem, como as curas.
Precisamos aprender a entrarmos pelo menos por um tempo diariamente num clima de silêncio e de deserto para ouvirmos que Deus quer de nós. Sei que é difícil, mesmo para mim, que estou falando isto, mas se treinarmos é possível. Jesus às vezes se isolava apenas mentalmente da multidão que o espremia, para rezar.

16/01-SANTO HONORATO ROMANO- +429, monge.
Hebreus 3,7-14- Viver só por hoje, sem se preocupar exageradamente pelo dia de amanhã. Confiar em deus!
1ª Samuel 4,2-11- Podemos perder as bênçãos de Deus se o fizermos de bobo
Marcos1,40-45- Jesus permanecia em lugares desertos para poder ter algum tempo de silêncio e contato com o Pai.
Acolhamos a graça de Deus e sempre oremos e vigiemos para não perdê-la! A oração prolongada é o segredo de sermos também caridosos e chegarmos a uma vida santa. Quanto tempo você reza diariamente?

17/01- SANTO ANTÃO, “pai” dos monges+356, com 104 anos, apesar de suas austeras penitências. Vivia no deserto.
Hebreus 4,1-5.11 – Viver nossa fé é ponto principal para entrarmos no repouso preparado pelo Senhor;
1ª Samuel 8,47.10-22- Ao rejeitarmos a vontade de Deus, estamos rejeitando a ele próprio
Marcos 2,1-12- Ao curar o paralítico, Jesus mostrou que também tem o poder de perdoar os pecados. Ter fé é, antes de tudo, confiar plenamente em Deus, sabendo que a principal coisa que devemos almejar não é tanto as curas, mas a salvação eterna, que inclui o perdão dos pecados. E o céu é o máximo de felicidade. Se Deus tem poder para nos dar tantas alegrias neste mundo, o que não nos dará no outro?

18/01- SÃO SULPÍCIO (invocado contra a pleurite)- Século 7º
Hebreus 4,12-16- Aproximemo-nos confiantes do trono da graça!
1ª Samuel 9,1-4.10b. 17-19.10 – Deus nos escolheu para uma missão e precisamos pedir seu auxílio para lhe sermos fiéis.
Marcos 2,13-17- Jesus veio para chamar os pecadores, e não para os que dizem não ter pecado.
Sermos humildes o suficiente para nos aproximarmos de Jesus, pedir perdão e a força par cumprirmos sua vontade. Peça-lhe, que ele fortifica você e lhe dá todas as graças e forças e coragem para segui-lo!

19/01- SÃO CANUTO, rei, século 11
Isaías 49,3-6- Não basta que sejamos servos de Deus, mas luz dos que nos encontram.
1Coríntios 1,1-3- Todos somos chamados à santidade.
João 1,29-34 – Jesus é o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.
Chamados à santidade, devemos ouvir e praticar o que Jesus nos disse nos evangelhos, com toda a humildade.

20/01- SÃO FABIANO E SÃO SEBASTIÃO, mártires, século 3º.
Hebreus 5,1-10- Jesus, embora fosse Filho de Deus, aprendeu a obediência pelo sofrimento.
1ª Samuel 15,16-23- A obediência vale mais que os atos não sinceros e “mecânicos”.
Marcos 2,18-22- Jesus é como um esposo, que está sempre entre nós, seu povo, sua esposa.
A obediência à Igreja nos poupa do erro e de muitos aborrecimentos! Obedeça e tudo ficará mais fácil!

21/01- SANTA INÊS – século 4º
Hebreus 6,10-20; 1ª Samuel 16,1-13; Marcos 2,23-28.
Não basta ter fé, mas perseverar na esperança e na vigilância sobre si mesmo. Não bastou a Davi ser sagrado rei, mas teve que perseverar no serviço a Deus e pedir perdão quando foi necessário. Use sempre o seu dia de folga para dedicar um tempo mais longo à oração e à atividade pastoral!

22/01- SÃO VICENTE, mártir (+305) e SÃO VICENTE PALOTTI (+1850)
Hebreus 7,1-3.15-17; 1ª Samuel 17,32-51; Marcos 3,1-6
Jesus é sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedec. É o nosso único intercessor junto ao Pai. Com ele, venceremos quantos “Golias” aparecerem em nossa vida. Ele também nos ensinou a usarmos o nosso dia de folga para nos dedicarmos à comunidade e aos necessitados. Como você passa o seu dia de folga?

23/01- STO. ILDEFONSO- +667
Hebreus 7,25-8,6; Marcos 3,7-12
Cristo ofereceu-se a si mesmo, uma vez por todas, e não tinha pecados, como os sacerdotes da Antiga Aliança. Quando o sacerdote celebra a missa, está celebrando na pessoa de Cristo a própria Santa Ceia, e não um outro sacrifício. Jesus se “incorpora” no sacerdote celebrante (por mais pecados que este tenha) e é Ele quem faz a consagração do pão e do vinho por meio do sacerdote. O cristão leigo une-se a esse Sacrifício pelo seu sacerdócio recebido no batismo. Entretanto, Jesus não permitiu aos demônios que dessem testemunho dele.

24/01- SÃO FRANCISCO DE SALES +1622
1ª Samuel 18,6-9;19,1-7; 1ª Samuel 24,3-21; Marcos 3,13-19-
A inveja atrapalha muito a vida de uma pessoa, como atrapalhou o relacionamento de Davi com Saul. Davi, porém, respeitou a sagração real de Saul e não lhe pôs as mãos. Contentemo-nos com o necessário para a nossa vida! Tiremos a inveja e as ambições desmedidas de nosso dia a dia! Jesus chamou os Apóstolos a uma vida mais perto dele. Seria motivo de inveja? Deus dá a graça necessária à nossa vocação. Não precisamos invejar a ninguém! O dedal cheio de água está tão satisfeito quanto a um copo cheio de água

25/01- CONVERSÃO DE S. PAULO APÓSTOLO
Hebreus 8,6-13; 9,2-3.11-14; Atos 22,3-16; 9,1-22;
“Terei misericórdia das tuas faltas, e não me lembrarei mais dos seus pecados!” Cristo derramou seu próprio sangue (e não de um cordeiro, como os demais sacerdotes faziam) para entrar de uma vez por todas no santuário. Nós temos sua lei e seu amor gravado em nossos corações! Pela sua morte, Jesus nos purificou para que nós também possamos entrar no Santuário!
A conversão de S. Paulo nos anima a também nós nos convertermos dia a dia!

26/01- SÃO TIMÓTEO E SÃO TITO século 1º
2ª Samuel 1,1-27; Marcos 3,20-21
A atividade de Jesus era tanta que nem tinha tempo de comer, e achavam que ele tinha enlouquecido. Talvez dissessem o mesmo de Davi, quando chorou a morte de seu inimigo Saul. O que nós temos feito pela nossa comunidade? Você está engajado (a) em algum apostolado? E outra coisa: como você coloca seus inimigos e desafetos diante de Deus, em suas orações?

27/01-SANTA ÂNGELA DE MÉRICI- +1540
Hebreus 9,15.24-28; 2ª Samuel 5,1-7.10; Marcos 3,22-30
Jesus vence o demônio pela sua força divina e pela sua santidade. Se quisermos vencer o mal precisamos pedir sua ajuda e, como diz S. Pedro, não darmos entrada ao demônio; ou seja, evitarmos qualquer tipo de pecado, mesmo os mais leves. Jesus virá nos julgar e salvar os que nele confiaram. Davi venceu todo o mal e pôde, finalmente, reinar em paz!

28/01- SANTO TOMÁS DE AQUINO- +1274
Hebreus 10,1-10- “Eis-me aqui, Senhor! Eis que venho fazer a tua vontade!”
2ª Samuel 6,12b-19 – Nossa única preocupação é imitar Jesus, fazendo, como ele, a vontade do Pai. Davi procurou fazer em tudo a vontade divina em relação a tudo, como em referência à Arca.
Marcos 3,31-35- No Evangelho, Jesus diz que quem fizer a vontade de Deus é seu pai, sua irmã, seu irmão, sua mãe.
Minha pergunta indiscreta hoje é esta: O que nós estamos vivendo agora corresponde à vontade de Deus?

29/01- SÃO PEDRO NOLASCO+1256
Hebreus 10,11-18- A aliança que Jesus fez para  com os que o recebem é esta: “Pondo as minhas leis nos seus corações e inscrevendo-as na sua mente, não me lembrarei mais de seus pecados, nem das suas iniquidades”. Que paz isso nos dá! Não tenhamos medo! Aproximemo-nos dele com humilde confiança e recomecemos nossa vida!
2ª Samuel 7,4-17- Deus garantiu a descendência de Davi porque o rei confiou nele e em sua misericórdia!
Marcos 4,1-20-A semente que cai num coração que confia nessa misericórdia divina, nesse amor infinito que Deus nos tem, frutificará 100%!

30/01- SANTA JACINTA MARESCOTTI- +1640
Hebreus 10,19-25 – nos dá várias orientações: 1- Em Jesus temos um caminho novo e vivo, que ele mesmo inaugurou através de sua humanidade. 2- Temos nele um sacerdote eminente. 3- Aproximemo-nos dele com um coração reto, cheios de fé, coração purificado de toda má consciência e o corpo lavado com água pura (pode ser que o autor se refira ao batismo). 4- Sem esmorecer continuemos a afirmar nossa esperança, porque Jesus, que fez a promessa, é fiel! 5- Admoestemo-nos mutuamente para nos estimular à caridade e às boas obras. 6- Não abandonemos a frequência à Santa Missa nem aos trabalhos da paróquia a que pertencemos.7- Procuremos animarmo-nos sempre mais, à medida em que chega o dia de nosso encontro definitivo com Deus.  Reflita sobre esses sete pontos!

31/01- SÃO JOÃO BOSCO+1888
Em 2ªSamuel 7,18-29, Davi faz uma bela oração a Deus com muita humildade ante os benefícios recebidos, como a de uma monarquia estável. Faz um hino de louvor que recorda as maravilhas de Deus na história e faz uma súplica ao Senhor para que mantenha sua promessa. Pede também que suas fraquezas não sejam obstáculos à graça de Deus. Como temos nos achegado a Deus em nossas orações? E, muito importante, nossas ações estão favorecendo ou bloqueando a graça de Deus?

Penso, entretanto, que Deus faz sua obra sempre, mesmo que a semente caia entre os espinhos, mas é nosso dever tirar todos os obstáculos provenientes de nossa fraqueza!

FEVEREIRO


01/02- SANTA VERIDIANA (ou Verdiana) +12242
Marcos 4,21-25- As pessoas conseguem captar a “aura”, a bondade de alguém que entrega a Deus sua vida e a si próprio. “A lâmpada, nós a colocamos no candelabro” e não sob a mesa. Nós refletimos a luz de Deus, como a lua. Nesse ponto de nossa vida, precisamos nos cuidar com o bom exemplo, pois nossos atos se tornam mais visíveis e observados. Por exemplo, qualquer homem pode entrar num bar e pedir uma pinga. Mas e se o padre conhecido de uma paróquia fizer o mesmo? Certa vez alguns padres, encharcados pela chuva, numa cidadezinha cercada de floresta no Mato Grosso (Fátima de São Lourenço), entraram num bar para tomarem um conhaque, a fim de não ficarem resfriados. O dono do bar lhes perguntou se queriam uma dose de católico ou uma de crentes. Eles perguntaram a diferença, e o dono do bar explicou: a dose de católicos é pequena, pois podem vir aqui à hora que quiserem, mas a dos crentes é um copo cheio, pois só podem vir aqui quando o pastor não os vê!
Eu lhes lembro ode que “nada há de oculto que não venha a ser manifesto, e nada em segredo que não venha à luz do dia” (Marcos 4,22).

02/02- APRESENTAÇÃO DO SENHOR NO TEMPLO
Hebreus 2,14-18: Jesus “devia fazer-se em tudo semelhante aos irmãos, para se tornar um sumo-sacerdote misericordioso e digno de confiança nas coisas referentes a Deus, a fim de expiar os pecados do povo”. Por isso houve a apresentação de Jesus no templo e a purificação de Maria, 40 dias após o nascimento de Jesus, conforme a lei hebraica. Faça as contas e verá que hoje é o 40º dia depois do dia 25 de dezembro!
Lucas 2,22-4—Podemos meditar como Jesus, Maria e José obedeceram às leis de seu tempo, enquanto justas e santas. Como nós ouvimos as leis da Igreja Católica? Com que disposição? Hoje muitos levam velas para serem bentas na igreja, mas pergunto até que ponto isso seria válido se a pessoa não quer obedecer à Igreja e recomeçar sempre uma vida nova, mais santa!

03/02-SÃO BRÁS +316 E SANTO OSCAR séc 9º - Dia da bênção da garganta.
Hebreus 10,32-39 – Admoesta-nos a não abandonarmos a perseverança na luta pelo bem, “para cumprirdes a vontade de Deus e alcançardes o que ele prometeu”. Muitas vezes as lutas são tantas que temos vontade de desistir, de “dependurar as chuteiras”, de “deixar pra lá” tudo o que temos feito de bom. A tentação a uma vida cômoda e desligada de tudo é muito grande! Abraçar a causa dos pobres e/ou abandonados pode nos dar muita dor de cabeça! Mas a paz que sentimos por termos feito o bem vale a pena! Mesmo se por causa desse bem que tentamos fazer nos caluniam e até possam nos colocar na prisão!
Você que busca a vida de oração, não se engane: se está fugindo da ação no mundo de hoje, esqueça! Não está sendo o caminho certo.

04/03- SÃO JOÃO DE BRITO +1693, mártir.
Marcos 4,26-34- Ninguém conhece como Deus age. Cabe a nós fazermos tudo o que estiver em nosso alcance e deixar que Deus faça o restante, sem amarguras, sem obsessões, sem desânimo. O Reino de Deus é também semelhante a uma semente de mostarda ( é do tamanho de um ponto final), mas cresce como árvore de até 6 metros de altura. Amigo(a), o que você faz pelos outros pode parecer pouco, mas diante de Deus é bastante, pois ele faz frutificar. Não desanime com seus limites! Faça o que puder! O restante, deixe com Deus!

05/02- SANTA ÁGUEDA (ou Ágata) +254, virgem e mártir.
Hebreus 11,1-2.8-19:”A fé é uma posse antecipada do que se espera, um meio de demonstrar as realidades que não se veem”. Por isso, pare de se perguntar como é o céu, quando haverá o fim do mundo, como se fez isto ou aquilo! Apenas creia, confie em Deus, confie na Igreja deixada por Jesus, e viva sua vida do melhor modo que você possa, sempre pedindo a Deus que o(a) oriente e o (a) conduza! “Respiro já aqui na terra o ar do paraíso”, dizia Sta. Faustina.

06/02- SÃO PAULO MIKI e seus 25 companheiros, mártires (Japão, 1149 a 1551)
2Samuel 12,1-7ª.10-17- Davi pecara gravemente, mas pede perdão a Deus (leia o salmo 51(50)); Deus nos renova com seu perdão. Os últimos versículos de Miquéias nos lembram que “Deus atirará nossas culpas no mais profundo do mar”. Nunca desanime: se pecar, peça perdão, se confesse e siga adiante! Deus sempre estará à nossa espera!

07/02-SÃO VENÂNCIO FORTUNATO-+600
Compôs hinos famosos, como o Pange Língua Gloriosi, e o Vexilla Regis Prodeunt, até hoje cantados na Semana Santa.
Marcos 4,35-41-“Por que tendes tanto medo assim? Ainda não tendes fé?”. Quando o nosso barco está parecendo que vai afundar, rezemos ao Senhor que nos ajude. Aliás, sempre devemos rezar, a fim de que o barco nem comece a balançar! Quem tem fé, mesmo que sinta medo fisicamente, não deve perder a confiança de que está nos braços de Deus. A pastora americana Joyce Meyer diz que Jesus proibiu que tivéssemos medo, mas não nos proibiu que tremêssemos , bambeássemos as pernas e suássemos frio! Ou seja, mesmo que tenhamos reações físicas, não podemos perder a confiança no poder de Deus.

08/02- SÃO JERÔNIMO EMILIANO +1537 E STA. JOSEFINA BAKITA

Veja o corpo incorrupto de Sta. Josefina: 

2ª Samuel 15,13-14.30; 16.5-13- Esse texto mostra a mansidão e a humildade de Davi, que permitiu a Semei que o insultasse e o criticasse injustamente. Jesus também suportou os insultos e os tormentos dos inimigos. Diz o comentário do missal cotidiano (4ª sem. t. com.2ª f ano par): “Aquele que recebe a palavra injusta deve questionar-se sobre o grau de culpa que pode ter na incompreensão do outro, e deve aceita-la em expiação e com humildade”. Se a outra pessoa pensa coisas erradas sobre nós, é talvez porque entendeu mal alguma colocação nossa que outras pessoas lhe comunicaram. Muitas vezes não conseguimos provar nossa inocência (quantos são presos injustamente, mesmo nos Estados Unidos!). Entretanto, basta sabermos que Deus conhece a verdade!

09/02- SÃO MIGUEL FEBRE4S CORDEIRO MUÑOZ- século 19
Marcos 5,1-20: O que sempre me intriga nessa cura desse endemoninhado geraseno é o fato de que foi o único a quem Jesus não proibiu que contasse o que lhe fizera: “Vai para tua casa e para os teus e anuncia-lhes tudo o que fez por ti o Senhor na sua misericórdia”(v.19). E mais: Jesus não permitiu que ele o seguisse, nem que ele desse tudo aos pobres, como exigira do o jovem rico, ou metade do que possuía, como em Zaqueu. A todos os demais que curou, Jesus disse: “Não conte a ninguém o que te fiz”. Penso no fato de haver três tipos de vocação da parte de Jesus: a de apóstolos e pastores (pobreza total, como no jovem rico); a dos cristãos da classe média (como Zaqueu) e os da classe dirigente, que por motivos práticos e óbvios não  conseguiriam seguir sua vocação se dessem tudo aos pobres
Na carta a Timóteo, Paulo pede que ele fuja da riqueza e viva apenas com o necessário (1 Timóteo 6,7-10). “A raiz de todos os males é o dinheiro”. Seja qual for a sua posição social, nunca ponha sua confiança no dinheiro, nem no poder, nem em sua sabedoria, mas apenas em Deus.

10/02-SANTA ESCOLÁSTICA (irmã gêmea de S. Bento. Nasceram juntos e também morreram com a diferença de 40 dias um do outro, em 547).
Hebreus 12,1-4- “Vós ainda não resististes até o sangue em vossa luta contra o pecado!” No v. 3: “Não vos deixeis abater pelo desânimo!” O autor da carta pede que nós lutemos contra o pecado até que seja preciso derramar o sangue para vencê-lo. Será que estamos realmente dispostos a fazer isso?

11/02- N. SRA. DE LOURDES -1858 E SÃO VALENTIM+SÉC; 3º
Uma das provas deque Sta. Bernardete realmente viu e ouviu N Sra. em Lourdes éo fato de que seu corpo está maravilhosamente incorrupto.
Hebreus 12,4-115- No versículo 10, o autor diz que Deus nos permite os sofrimentos para que nos purifiquemos, a fim de que ele possa nos infundir a sua santidade. É como se eu fosse pegar um pouco do perfume francês que um amigo teria trazido da Europa: eu iria lavar bem o meu frasco, a fim de que o perfume não se maculasse!. Confie em Deus! Se ele permitiu a você esse sofrimento pelo qual talvez você esteja passando, é porque ele sabe que isso vai purificá-lo (a), a fim de que ele possa lhe salvar.

12/02- STA. EULÁLIA- séc; 3º,mártir.
Marcos 6,1-6- Jesus é desprezado em sua terra, assim como talvez nós somos desprezados, em nossos dons e capacidades, pela nossa própria família. Ora, se somos desprezados, não “joguemos pérolas aos porcos”, ou seja, mudemos nossos ouvintes e pessoas com ou para quem trabalhamos! Mas, antes disso, façamos uma sincera auto análise para ver se a falha não tem sido nossa”! Na pregação ou no trabalho em favor dos outros, a humildade, a misericórdia e a perspicácia ao perceber os problemas são essenciais!

13-/02- STA. CATARINA DE RICCI+1590
Marcos 6,7-13- Jesus envia os apóstolos, dando-lhes os poderes que tem: pregar a conversão, expulsar os demônios e curar os enfermos. Mas, para isso, devem renunciar ao conforto. ao comodismo e a tudo. O cristão leigo não pode seguir à risca esse mandato de Jesus, mas pode viver numa “pobreza pessoal e comunitária, cujos sinais são a essencialidade do vestuário, a precariedade e modéstia da habitação (=a 1ª que encontrassem), o caráter nômade da missão, nenhum apoio em técnicas e possibilidades humanas, o respeito à liberdade de quem não crê” (missal cotidiano, 5ª f.4ª sem comum).

14/02- SÃO CIRILO (monge) E SÃO METÓDIO (bispo), século 9º.
HEBREUS 13,5-6: “Contentai-vos com o que tendes, porque ele próprio disse: eu nunca te deixarei, jamais te abandonarei De modo que podemos dizer com ousadia: o  Senhor é meu auxílio, jamais temerei; que poderá fazer-me o homem?” Acho que é desnecessário fazer qualquer comentário! Se confiarmos no senhor, nada temeremos, não nos apegaremos a nada, pois sabemos que ele sempre estará conosco e nada nos faltará!. (texto completo: vers. 1 a 8).

15/02- SÃO CLÁUDIO DE LA COLOMBIÈRE, +1682-(promotor das mensagens e da devoção ao Coração de Jesus, reveladas à Sta. Margarida Maria Alacoque, da qual era confessor).
Marcos 6.14-29- a morte de S. João Batista. O que me chama a atenção é o fato de que ele morreu por ter denunciado um adultério! Atualmente os casais se divorciam, casam-se novamente com outras pessoas e parece que tudo está bem! Herodes se uniu maritalmente com a sua cunhada, e a admoestação de João Batista a respeito disso lhe custou a cabeça!
Pergunto: como você vê o adultério, ou o fato de que tantos casais atualmente não sejam casados validamente na Igreja? Será que Jesus proibiu só para os seus contemporâneos? João Batista, então, morreu “de bobeira”?

16/02-STO ONÉSIMO, ex-escravo +109
Em 1ª Reis 3,4-13, Salomão agradou a Deus por seu pedido movido pela sabedoria. Ele não pediu nem vida longa, nem riqueza, nem a morte dos inimigos, mas a sabedoria para governar bem o povo. Por isso, Deus o cumulou de tudo do mais, além da sabedoria. Pois é! faltou, porém, a perseverança nos bons propósitos. A riqueza fez com que Salomão, no final da vida, se voltasse aos deuses pagãos de suas mulheres pagãs, pecando, assim, gravemente contra Deus e deixando sua sabedoria de lado. Gostaria de meditar um pouco sobre o que e como pedimos isso a Deus! Pense um pouco! Alguns santos, como S. Francisco de Sales, não pediam nada, realmente nada, para si mesmos, a não ser a perseverança na fé e na busca da santidade, além da intercessão pelos outros. Se for necessário pedir algo, como agradará a Deus o nosso pedido? Dou uma dica: sempre acrescente, após o pedido: “Se for de vossa vontade...”

17/02- SETE FUNDADORES DDOS SERVITAS SÉC.13.
Marcos 6,30-34-Jesus viu a multidão e “ficou tomado de compaixão por eles, pois estavam como ovelhas sem pastor”. Vejo hoje quantas pessoas abandonadas a si próprias, desde as classes pobres como as mais ricas! O individualismo impera e domina, assim como o hedonismo (busca do prazer pelo prazer). Eu me torno “pastor” de ovelhas quando ouço as pessoas que precisam de alguém para desabafar, mas como amigo, sem críticas pesadas, sem julgamentos. Ouvir as pessoas é coisa rara hoje em dia! Queremos falar, falar e falar de nossos problemas.... Sejamos “pastores” dos que conosco vivem, aprendendo a ouvi-los, a compreendê-los, e aos poucos, dando nossa opinião de modo humilde e amiga sobre o caminho que podem percorrer. Ou então não digamos nada: só as escutemos!

18/02- STA. BERNARDETE SOUBIROUS-+1879-(Viu Maria por 18 dias. Seu corpo permanece intacto, incorrupto. Veja no nosso blog). 
Se a imagem não aparecer, clique AQUI

Marcos6,53-56-“E todos os que o tocavam ficavam curados”. Essa “força” que saía de Jesus também existe nas pessoas santas. Temos um tipo de “aura” em nosso corpo, que é maior ou menor dependendo de nosso modo de ser e de agir. Isso é comprovado cientificamente! Agir bem, santificar-se, isso produz uma força positiva que é sentida pelos outros. Palavrões, ira, o pecado, retiram a força positiva e nosso corpo é tomado por um força negativa, que contagia os outros negativamente. Você percebeu isso em sua vida? Não há ambientes em que você não se sente bem, parecendo que há nele algo que não lhe agrada? E ambientes às vezes simples e pobres, que nos trazem uma paz envolvente? Agora, a perguntinha indiscreta: qual é a força que você acha que produz? Negativa ou positiva?

19/02- SÃO FLAVIANO, século 5º
Marcos 7,31-37- Quando os evangelhos falam da cura do surdo-mudo mostram, na verdade, uma liturgia batismal: o pagão é admitido no Reino, torna-se nova criatura mediante a intervenção de Jesus que, no batismo, lhe abre os ouvidos e lhe solta a língua, para que escute, viva, e faça ressoar para os outros a palavra de Deus. Não basta escutarmos a palavra: é preciso praticá-la! Não basta que saibamos falar: é preciso anunciarmos a palavra. Qual é a sua atuação?

20/02-STO. ELEUTÉRIO +532
Marcos 8,1-10-Jesus não quer que o povo passe fome. Ele continua a não querer, mas nos diz como disse no outro texto: “Dai-lhes vós mesmos de comer!” Esta é a nossa missão: atender os irmãos, principalmente os mais necessitados. E Jesus quer tanto que façamos isso que considera feito para ele o que fazemos aos outros. E você? Já ajudou alguém nesta semana?

21/02-SÃO PEDRO DAMIÃO-+1072
Tiago 1,1-11: A tentação não vem de Deus, mas Ele a permite para estimular a nossa fé e nos conduzi à santidade. Se Tivermos dificuldade de discernir o que fazer, peçamos a Deus a sabedoria, que ele nô-la dará! A provação é como o cadinho, que separa o ouro das impurezas que lhe estão agregadas.
Apocalipse 2,10: “O diabo vai lançar alguns de vós na prisão para tentar-vos e tereis dez dias de provação. Sede fiéis até à morte e eu vos darei a coroa da vida!”
Entretanto, “é preciso que a perseverança produza uma obra perfeita, a fim de que sejais íntegros e perfeitos, sem nenhuma deficiência” (v.4). Em qualquer tentação ou provação recorra a Deus, por meio de Maria. Ela é a mãe querida que nos livra dos “apuros”.

22/02- STA. MARGARIDA DE CORTONA +1297 (Passou 25 anos numa vida mundana e 23 convertida. Converteu-se ao ver o corpo putrefato de seu amásio, até então muito bonito. O corpo dessa santa está incorrupto, intacto, na Igreja de São Francisco em Cortona)
Se não aparecer a imagem, clique AQUI


Marcos 8,11-13- Há muitas pessoas que ficam pedindo sinais a Deus por coisas até supérfluas! Outras acham que qualquer coisa que aconteça, principalmente sonho, seja um sinal. É preciso muito cuidado com isso! Muitas falsas pessoas manipulam outras, falando que Deus lhes falou isto ou aquilo. Na verdade, querem manipular aos que lhes derem crédito. Temos que viver o presente, o aqui e agora, confiando o futuro a Deus. Faça suas opções de acordo com sua vocação e seus limites, siga a orientação do magistério da Igreja, separe pelo menos duas horas diárias de oração, e continue a caminhada!

23/10- SÃO POLICARPO (discípulo de S. João), +155, mártir)
Tiago 1,19-27- Para que a Palavra de Deus se transforme em obras de modo efetivo, são necessárias três coisas: Escutar muito, Falar pouco e Fugir da ira (v. 19).v 27= “A religião pura e sem mácula diante de Deus, nosso Pai, consiste nisto: em assistir os órfãos e as viúvas em suas tribulações (=os necessitados) e em guardar-se livre da corrupção do mundo (=do pecado). Sabemos escutar muito, falar pouco e fugir da ira ?

24/02- SÃO SÉRGIO século 4º
Tiago 2,1-9- Os cristãos autênticos não fazem distinção de pessoas. Tiago fala algo muito em voga mesmo atualmente. Exemplo: se aparecer um salafrário vestido de terno e gravata em nossa casa, a gente o recebe bem, mesmo com o risco de sermos enganados; se aparecer uma pessoa mal vestida, por mais honesta que seja, nós a recebemos com reserva e às vezes até com falta de educação. Quando seminarista de teologia, precisei fazer alguns exames num hospital do INSS (tinha outro nome). Eu fui de terno e gravata, o que me fez ser muito bem atendido, com toda a educação e respeito. Uma senhora ao meu lado reclamava que era mal atendida. Por várias vezes havia ido lá para pedir a aposentadoria do marido, por doença. Disseram-lhe, naquele dia, que o marido dela poderia trabalhar perfeitamente, que ele não era doente. Ora, ela tinha ido informar que ele havia morrido!

25/02-SÃO TARÁSIO século 8
Tiago 2,14-24.26- A fé sem as obras é morta. Nós dizemos que temos fé, mas só podemos comprová-la através das obras boas em favor da comunidade, dos pobres, dos necessitados. Lembro a você, amigo (a), que mesmo uma pessoa milionária, se estiver doente, abandonada, depressiva, desanimada, também é uma pessoa carente! Pense um pouco em seus amigos e amigas e poderá descobrir entre eles várias pessoas necessitadas!

26/02- STO. ALEXANDRE=+326
Marcos 8,34-9,1- Quem procura sempre evitar o pecado acaba “perdendo” muita coisa considerada “boa” para os mundanos, mas está se resguardando para a vida eterna. A diferença é que, em troca de uns 80 ou 90 anos de certas privações, ganharemos uma eternidade feliz! Pelo contrário, quem faz tudo o que lhe vem à cabeça nesta vida terrestre, vai ficar apertado no dia do Juízo Final. Esse é o tema desse trecho do evangelho. Pergunto: o que você precisa deixar, parar de fazer, para ganhar a vida eterna? Ou, em outras palavras, que bem precisamos começar a fazer para merecermos a felicidade eterna? V. 36= ‘Com efeito, que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro se vier a arruinar sua vida?”
27/02-SÃO GABRIEL DA VIRGEM DOLOROSA-+1862 (com 24 anos)
Tiago 3,1-10- Como usamos as palavras? Como nos relacionamos com as pessoas? Uma senhora confessou a S. Francisco de Sales que havia falado mal de uma amiga. Ele a mandou matar e depenar uma galinha e espalhar as penas pela vila. Ela o fez e voltou para a absolvição. Aí ele a mandou recolher todas as penas espalhadas. Ela disse ser isso impossível. Aí ele lhe mostrou que era igualmente impossível parar o escândalo que aquela fofoca estava causando!
É preciso vigiar nossas palavras! O silêncio é muito precioso nos nossos relacionamentos e, quando necessário, falar sempre o que não ofende a ninguém, sem calúnias ou fofocas, sem julgamentos.

28/02- SÃO LEANDRO- século 6º-
Tiago 3,13-18-Tirar de nossa vida a falsa sabedoria, que é inveja amarga, e as preocupações egoísticas de nossos corações, nunca mentir. Daí é que vêm as desordens e todo tipo de más ações. A sabedoria verdadeira é pura, pacífica, indulgente, conciliadora, cheia de misericórdia e de bons frutos, isenta de parcialidade e de hipocrisia. Faça um exame de consciência honesto e tente perceber isso em sua vida!

29/02-SANTO OSVALDO, rei, +642 E Sto. OSVALDO, arcebispo de York, +992

O dia de hoje só existe nos anos bissextos (2016, 2020, 2024). Podemos meditar Marcos 9,14-29: “Eu creio, senhor, mas ajuda a minha incredulidade!” Nós precisamos aprender a pedir a Deus a fé, o arrependimento sincero de nossos pedados, enfim, as virtudes! Tudo vem dele e, se pedirmos, ele nos atende! O Irmão (Beato) Carlos de Foucauld, a quem procuro seguir, era agnóstico, quase ateu, muito rico. Começou a rezar: “Deus, se você existe, faça com que eu acredite em você!”  E conseguiu! A partir daí, dedicou-se completamente a Deus, vivendo pobremente com os tuaregues, no deserto do Saara. Nos nossos blogs eu publico muita coisa do Irmão Carlos. Procure e veja como o homem é espiritualmente profundo! Entre tantas coisas, ele escreveu: “A vida é um tempo curto de provação (...) para que mereçamos entrar no céu. A riqueza é um dos obstáculos que nos impedem de chegar lá!”