sábado, 15 de outubro de 2016

CATÓLICOS ATÉ QUE PONTO?


(Set. 2016)

Até que ponto nós somos católicos? No quê realmente acreditamos? O que realmente entendemos dessa religião?
Vejo, com dor no coração, que muitos (muitos mesmo!) não entendem o valor e o conceito de muitas verdades de nossa fé. Eu mesmo, após 20 anos de estudo (contados com o primeiro grau) ainda não entendo direito várias coisas!
Dou um exemplo da Eucaristia. Quantos conseguem ver, de verdade, Jesus presente na Sagrada Hóstia, na Sagrada Partícula?
Jesus está ali, na nossa frente, em corpo, sangue, alma e divindade. Mas muitos veem, ali, apenas um pedaço de pão e um pouco de vinho! Não conseguem sentir a presença de Jesus. Vejam que maravilha é o Milagre de Lanciano (o milagre de lanciano).
Eu me coloco entre os que às vezes se esquecem disso. Quando faço minha Hora Santa diária, diante do Santíssimo, minha mente fica poucos minutos atenta a essa verdade. Numa boa parte do tempo a divagação vai longe, vai a lugares longínquos, ao ponto até de eu me esquecer que estou fazendo a oração e até cochilo!
Será que eu me portaria assim se visse Jesus em carne e osso à minha frente?
Quando percebo isso, peço logo perdão e volto à contemplação.
O Pe. Howard, que trabalhava em Nova Yorque, no Brooklin, com os latinos, falou-nos, numa pregação de retiro em Mogi das Cruzes, que, na Hora Santa, se conseguirmos ficar cinco minutos de verdadeira contemplação, já ganhamos a hora toda, já valeu a pena.
Isso quer dizer que mesmo ele, com um nível de abnegação altíssimo para trabalhar naquele lugar sinistro, com tamanho grau de santificação e de apostolado genuíno, mesmo ele sente dificuldade em concentrar-se nas orações.
Pelo menos estejamos conscientes do fato de que Jesus está ali, à nossa frente! Mesmo que não sintamos nada, creiamos nisso e façamos tudo como se ele estivesse ali em carne e osso, e não em forma de pão!
Outro sacramento em que não acreditamos muito é o da penitência ou confissão. Será que realmente acreditamos que Jesus nos perdoou depois que o padre nos deu a absolvição?
Miqueias diz que Deus pisará as nossas iniquidades, e as jogará no mais fundo odo mar, ou seja, ele as esquecerá (Miqueias 7,18-19). Acreditamos ou não nisso?
Se formos perdoados, deixemos o passado pra lá e recomecemos uma  vida nova! Deus é misericordioso e realmente nos perdoa!
São Paulo nos diz em Filipenses 3,13-14 que ele se esquece das coisas que passam e lança-se para as que estão à sua frente. Isaías também fala nisso em Isaías 43,18-19: “ Não lembreis coisas passadas, não olheis para fatos antigos. Eis que farei coisas novas, e que já estão surgindo: acaso não as reconhecereis”?

Estudemos melhor a doutrina da Igreja e procuremos entendê-la! Em nossos blogues e sites eu falo muito disso. Sobretudo é bom sempre conferir na Bíblia tudo o que Jesus nos ensinou, e veremos que o que ensina a nossa Igreja Católica é verdadeiro e nos conduz ao caminho da santidade. Quantas coisas bonitas ela nos mostra! Que pena que muitos passam a vida sem percebê-las!

Nenhum comentário:

Postar um comentário