domingo, 3 de janeiro de 2016

SEJA SEMPRE FELIZ!



SER FELIZ (Papa Francisco)
Você pode ter defeitos, estar ansioso e viver irritado algumas vezes, mas não se esqueça que sua vida é a maior empresa do mundo.
Só você pode evitar que ela entre em decadência. Há muitas pessoas que precisam de você, te admiram e te gostam de sua companhia.
Eu gostaria que você se lembrasse que ser feliz não é ter um céu sem tempestades, um caminho sem acidentes, trabalho sem cansaço, relacionamentos sem decepções.
Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros. Ser feliz não é somente valorizar o sorriso, mas também refletir sobre a tristeza.
Não é apenas comemorar o sucesso, mas sim aprender lições nos fracassos. Não é apenas ter alegria com os aplausos, mas ter alegria no anonimato.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas sim uma conquista para quem sabe viajar para dentro de seu próprio ser.Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor de sua própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no fundo de nossa alma.
É agradecer a Deus cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não". É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
É beijar os filhos, mimar aos pais, ter momentos poéticos com os amigos, mesmo que eles nos machuquem.
Ser feliz é deixar livre a criatura alegre e simples que vive dentro de cada um de nós. É ter maturidade para dizer "errei". Ter ousadia para dizer "me perdoe". Ter sensibilidade para expressar "te preciso". É ter capacidade de dizer "te amo".
Que sua vida se transforme num jardim de oportunidades para ser feliz. Que em suas primaveras seja um amante da alegria. E em seus invernos seja amigo da sabedoria. E que quando você erre no caminho, comece tudo de novo.
Pois assim será mais apaixonado pela vida. E descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas sim usar as lágrimas para regar a tolerância. As perdas para aprender a ter paciência. As falhas para esculpir a serenidade. A dor para lapidar o prazer. Os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.
Nunca desista...
Nunca desista das pessoas que você ama.
Nunca desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo imperdível.
E você é um ser humano especial. Agora sim. Tome um pouco de seu tempo para ler e processar tudo.

Papa Francisco
*********************************
SEJA SEMPRE FELIZ! (Irmão Teófilo Aparecido)

“A alegria não está nos objetos, mas no mais íntimo do coração; podemos senti-la tanto no mais fino palácio, quanto na mais fria prisão”.

Essa frase foi atribuída a Santa Teresinha por uma sua biógrafa, Mônica S. A própria vida dessa santinha mostra que, se ela não disse isso, pelo menos viveu. Quanto a mim, sonhei nesta noite com esse tema. Foi motivado por uma carta que recebi do meu amigo preso, de que já falei muitas vezes. Ele se intitula “O preso mais feliz do mundo”. Como pode um preso ser feliz numa prisão? Ora, Sta. Teresinha dizia que isso é possível!

A carta do meu amigo talvez explique um pouco isso:
“Caro Teófilo! A paz esteja com você! Um amigo meu que mora numa cidade do interior paulista achou contraditório que eu escrevesse essa frase, “o preso mais feliz do mundo”, no final de uma carta em que eu lamentava alguns dissabores da caminhada, motivados pela prepotência de alguns dos meus chefes da firma onde trabalho. Como você sabe, eu estou no semiaberto.”

“Essa estranheza se dá quando temos em mente uma definição materialista de 'felicidade'. O que entendo por 'ser feliz'? O próprio Jesus pareceu contraditório quando disse: “Felizes os pobes... os aflitos... os que choram... os mansos... quando vos perseguirem...”

“Ser verdadeiramente feliz depende muito de nossas opções, de nosso objetivo de vida. Para mim, ser feliz é saber que se está caminhando com Jesus rumo á eterna felicidade no paraíso. Os sofrimentos que encontramos pelo caminho são o “bom-bril” que limpa nossas manchas e sujeiras, tornando-nos limpos, leves e disponíveis para ajudar e estarmos em contato com outras pessoas, que talvez não estejam assim tão leves: muitas vezes estão carregadas de apegos, vícios, manias, má orientação de vida, avareza, ira, inveja, egoísmo, orgulho, vaidade, ambição, e tantas outras coisas. São essas coisas que nos tornam infelizes!”

“Ser feliz, caro Teófilo meu amigo, é, como dizia o bispo D. Lucas Moreira Neves, “ter-se em mãos”, como eu escrevi àquele meu colega de prisão agnóstico” (Confira o artigo na seção da pastoral carcerária de um dos nossos sites).

“Eu continuo, aqui na prisão, minha caminhada em direção ao paraíso, purificado pelos sofrimentos causados pelas incompreensões dos que nos chefiam. Os nossos guardas são excelentes, ótimas pessoas, e até se mostram nossos amigos, na medida do possível, mas alguns dos chefes de onde eu trabalho curtem no coração um tipo de frustração, de “dor de cotovelo”, até de inveja, e, pasme você, como uma pessoa livre pode sentir inveja de outra que está presa? Talvez pela sua cultura? Pela sua tranquilidade? Não sei. O que sei é que a realidade nossa é essa.”

“Podemos, sim, ser felizes em qualquer lugar. A primeira condição para isso é a oração contínua, que nos dará forças para ficarmos livres do pecado e de qualquer coisa que nos aprisione interiormente. Ser feliz não é não termos problemas e sofrimentos, mas é estarmos em paz, apesar dos problemas e sofrimentos”.

“Ser feliz é saber que somos amados por Deus, em qualquer situação em que estivermos, mesmo no pecado. É saber que ele nunca, mas nunca mesmo, nos abandonará. É estar ciente de que por mais que nos sintamos abandonados e, principalmente nós, presos, rechaçados pelos outros, Deus, Pai-e-Mãe eterno, estará nos carregando em seu colo e nos alimentando com seu próprio Corpo e Sangue”
“Teófilo, meu amigo, eu sou preso, mas sou feliz, E todo sodem, também, ser felizes. Basta que orem e nunca cometam pecado algum”.

***

Amigos (as) leitores (as), acho que eu não preciso acrescentar nada! E vamos ser felizes, como esse meu amigo preso.(03/11/2012)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

DIGITE AQUI O SEU COMENTÁRIO