domingo, 9 de agosto de 2015

NOV.NATAL n°02-1º DIA



PRIMEIRO DIA
1ª Tessalonicenses 5,17.19.22
“Estais sempre alegres! Rezai sem cessar (...) Não apagueis o espírito! Afastai-vos de toda espécie de maldade! Que o próprio Deus da paz vos santifique totalmente, e que tudo aquilo que sois, espírito, alma, corpo, seja conservado sem mancha alguma para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.”
PARA RESPONDER
1- Como podemos “estar sempre alegres”?
2- O que você entende por “rezar sem cessar”?
3- Como se afastar da maldade? É possível ficar sem mancha alguma de pecado?

PARA REFLETIR
O papa falou aos cardeais e colaboradores da Cúria Romana, preparando-os para o Natal de 2014, sobre várias doenças, entre elas, a “doença da cara fúnebre”, ou seja, sermos “pessoas rudes e amargas, que consideram que, para ser sério, é preciso pintar o rosto de melancolia, de severidade, e tratar os outros, sobretudo os considerados inferiores, com rigidez, rudeza e arrogância. Na realidade, muitas vezes a severidade teatral e o pessimismo estéril” (O que não dá fruto) “são sintomas de insegurança de si mesmo(...). Um coração cheio de Deus é um coração feliz, que irradia e contagia com a alegria todos os que estão ao seu redor (...), pessoas amáveis, mesmo nas situações difíceis”.
Podemos, pois, estar sempre alegre, “repletos de Deus”, quando buscamos a santidade. É preciso preparar-se para o Natal com a alegria e confiança, pois Jesus nasceu para nos livrar da morte eterna. A tristeza é sinal de morte, a não ser quando é causada pelo nosso arrependimento de pecados cometidos. Mas, mesmo assim, devemos nos alegrar pelo perdão divino.
Muitas vezes sentimos tristeza porque não somos bajulados, paparicados ou engrandecidos. Às vezes temos dó de nós mesmos! É dos pobres, necessitados, doentes, injustiçados e desviados do bom caminho que devemos sentir dó! Quanto aos nossos sofrimentos, ofereçamo-los como reparação dos nossos pecados e os das outras pessoas!
Para que isso aconteça, é preciso dedicar-se um tempo diário à oração, que seja “semeado, espalhado” durante o dia todo. “Rezar sem cessar” se consegue lutando contra o pecado, mantendo-se em estado de graça, como diz Sto. Agostinho. Ele afirma que uma tal pessoa está rezando até quando faz algum trabalho. Dê uma chegadinha no nosso texto “Estudo sobre a Oração”, deste blog.
Afastar-se da maldade implica em conhecê-la, saber identificá-la, não só nos outros como em nós próprios. Tudo o que desagrada a Deus pode ser considerado maldade. Vigiar sempre, com prudência e inteligência, e orar sem cessar: essas são as armas contra a maldade, e assim não teremos mancha alguma de pecado. Rezemos pelos que praticam a maldade!

Nesta novena, estejamos nas mãos de Deus em “espírito, alma e corpo” para que Jesus possa permanecer sempre conosco!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DIGITE AQUI O SEU COMENTÁRIO