sábado, 11 de fevereiro de 2012

6-...E O CÉU NUNCA MAIS FOI O MESMO!

12-07-2013 (de Teófilo Aparecido)

Durante milênios Deus aguardou o momento exato de criar Maria no seio de Santa Ana. Durante os anos em que Maria esteve na terra, todos a esperavam no paraíso: Deus, os anjos e santos que lá estavam antes dela.

No dia determinado por Deus, Maria foi avisada de sua passagem desta vida para a vida eterna. O próprio Jesus veio avisá-la.

Na verdade, após a morte de Jesus, Maria nunca o sentira longe dela: eles estavam tão ou mesmo mais unidos do que quando ainda estavam juntos aqui na terra, pois em seus três anos de vida pública, Jesus ficara mais fora do que dentro de sua família!

Maria, como sempre, nada falou a quem quer que fosse. Naquele tão belo dia, levantou-se como sempre, fez a refeição para São João Apóstolo, com quem morava a pedido de Jesus na cruz, e entrou em oração contemplativa.

Ela poderia ter talvez uns  60 anos? São João teria talvez uns 30?

A dado momento, ela sentiu que chegara a hora. Chamo aos que moravam ali, os amigos, e então lhes disse a novidade: "Hoje vou me encontrar com meu Filho amado! Quero que todos vocês se alegrem! Agradeço a todo pela acolhida que fizeram a Jesus em seus corações, e a que a mim fizeram. Peço perdão se desgostei a alguém. Continuem firmes no amor a Deus, que é meu Pai, meu Filho e meu divino esposo, e no amor aos demais! O amor vence tudo! Pela misericórdia, todos poderão ir para o céu!"

Maria deitou-se e fechou os olhos, movida por um repentino cansaço. Todos ali reunidos cantaram um cântico de louvor e agradecimento a Deus. Eles não ouviram, mas os anjos os acompanhavam com o coral celeste. E esse mesmo coral celeste veio buscar Maria. Ninguém viu os anjos, mas viram o corpo desaparecer da vista deles e ficaram estupefactos!

Ao chegar ao paraíso, Maria viu que todos a aguardavam ansiosos. Cores maravilhosas alternavam-se, e a luz de Deus iluminava tudo surpreendentemente. Um átimo de luz divina, segundo uma visão de São João Bosco, seria suficiente para iluminar todo o universo! 

Maria olhava para Deus, em suas três pessoas: o Pai, o Filho Jesus, o Espírito Santo. Maria participa das três pessoas: o Pai, que a criou, o Filho que dela nasceu na terra, o Espírito Santo que O gerou em seu seio.

Maria fez algo impossível! Aumentou a alegria e a beleza do céu! Amigos, amigas, podem crer no que digo: COM MARIA, O CÉU NUNCA MAIS FOI O MESMO! (Este é, obviamente, um texto de ficção, mas que pode muito bem ser verdadeiro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário