quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

EV. JOÃO CAPÍTULO 17


V.3- Cuidado com a interpretação deste versículo. Deve ser entendido como 1 João 20, em que diz que Jesus é "o Deus verdadeiro". Aqui está escrito assim para não contrariar a fé no Deus único. É um texto escrito posteriormente, por um judeu-cristão (BJ).

v.5- Aqui é mostrado claramente a divindade de Jesus Cristo, co-eterno com o Pai e o Espírito Santo.

v.6- O Nome que Jesus revelou é o de "Pai". Veja o versículo 1.

v.9- O mundo, para S. João, tem dois sentidos: um sentido positivo, ou seja, o universo, e outro negativo, que é o dos que não querem saber de Deus. E este último é que é aqui mencionado.

v.11- Jesus pede que nós sejamos "um" como ele e o Pai são "um só". Já pensou nisso? Quanto ainda falta para que nós sejamos "um" como Deus o é na Santíssima Trindade?

v.15- Deus nos permite o sofrimento e as tentações, mas nos ajuda e nos protege, nos livra do pecado, se lhe pedirmos isso.

v.17- "santifica-os"= separar-nos para Deus, consagrar-nos para Deus.

v.20- Preste atenção que Jesus, aqui, está pedindo por nós e por toda a Igreja de todos os tempos! Veja a insistência para que sejamos um como a Santíssima Trindade é um só Deus: "para que sejam perfeitos na unidade" (v.23). Se formos perfeitos na unidade, os que não têm fé também acabarão crendo em Deus!

v.24- "Onde eu estiver, também eles estejam comigo". Lembre-se de que Jesus, antes de voltar para o céu, esteve pregado numa cruz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DIGITE AQUI O SEU COMENTÁRIO