quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

EV. JOÃO CAPÍTULO 11


v.4- Esse milagre apressará a morte de Jesus, que também seria sua glorificação. Veja João 12,31-32.

v.23-24- Este trecho é um ensinamento sobre a ressurreição final. Todos ressuscitaremos. A morte, para o cristão, não é o fim de tudo, mas a passagem, na verdade é o começo de tudo. É como a lagarta (vida na terra) que vira borboleta (vida celeste). Parece que a lagarta morreu, mas ela se transformou (Fernando Armellini).

v.35- Jesus chorou- Jesus era homem normal, com todos os sentimentos que temos. Só não foi igual a nós no pecado.

v.45-54- resolveram matar Jesus e o próprio Lázaro, para que não se espalhasse a notícia de sua ressurreição. Eis a cegueira que leva ao inferno: recusar-se a aceitar os sinais evidentes que Deus nos dá de sua existência, de seu amor e de seu convite a que participemos da vida eterna!

v.54- Jesus evitava morrer antes da hora.

Fernando Armellini diz que a casa de Lázaro representa nossa comunidade, pois não havia lá pai nem mãe, eram todos irmãos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DIGITE AQUI O SEU COMENTÁRIO