quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

EV. JOÃO CAPÍTULO 08


v.1- Jesus costumava passar muitas noites em oração. É a oração que nos fortalece e nos impulsiona para a vida eterna.

v.2- Ele complementava a oração individual com a oração comunitária, no templo.

v.3-11-  A adúltera estava com algum homem, você concorda? E onde estava esse homem? Sem ele, não havia provas. Por que levaram a Jesus apenas a mulher? Talvez fosse isso que Jesus escrevia no chão: ambos deveriam ser punidos, se fosse seguida a lei. Mas os que a acusavam eram parciais e injustos. Talvez o homem que tinha participado do adultério estivesse ali mesmo, entre eles, para apedrejá-la!

Jesus a perdoou, mas proibiu que ela voltasse a pecar. E lembrou a todos que somos todos pecadores. Só ele ficou para atirar a pedra, pois não tinha pecado. Mas ele a perdoou. Não podemos julgar a ninguém!

v.12- Seguir a Jesus significa andar na luz!

v.14- Ninguém conhecia Jesus de verdade.

v. 17-18- O testemunho só era válido se fosse feito por duas pessoas. Veja por exemplo na transfiguração de Jesus no Monte Tabor: havia duas testemunhas: Moisés e Elias. 

vv.19- Quem vê Jesus vê o Pai, pois são o mesmo Deus, com o Espírito Santo. Ademais, o Pai é infinito e não pode ser visto com nossos olhos. Jesus é o ponto de encontro entre Deus e a humanidade. 

v.28- Jesus falava de sua morte na cruz.

v.29- Quem quiser ter sempre a presença de Deus, faça como Jesus: faça sempre a vontade de Deus.

v. 32- A verdade vos libertará. Permanecer na verdade é ouvir e praticar o que Jesus nos diz. 

v.34- Ser escravo do vício, do pecado, é pior do que ser escravo propriamente falando
.
v.36- Se Jesus nos libertar do pecado, seremos realmente livres, libertos para a vida eterna. Sua libertação é a verdadeira. Gratuita.

v.38- Jesus nos transmite a Palavra de Deus.

v.39-45- Quem é cristão não mata, não peca, nunca mente. O diabo é o pai da mentira.

v.51- Jesus fala da morte eterna, do inferno. Quem o ouvir e o obedecer, irá para o paraíso. 

v.58- "Eu Sou" é o mesmo que Deus disse a Moisés quando lhe deu a lei e disse ser esse o seu nome. "Eu Sou", ou seja, eu existo por mim mesmo. Ele é o único que na verdade existe. "A criatura, sem Deus, se reduz a nada" (Lumen Gentium). Nós existimos por meio dele. E Jesus é o mesmo e único Deus.

v.59- Fazendo-se igual a Deus, Jesus incorreu no que eles achavam ser uma blasfêmia e por isso quiseram apedrejá-lo, segundo o costume da época e do local. Entretanto, ele os "driblou" e saiu de cena, para não morrer antes da hora. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DIGITE AQUI O SEU COMENTÁRIO