quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

EV. JOÃO CAPÍTULO 07


V 1- Jesus procurava não se expor ao perigo de morrer. Isto nos ensina a cuidar melhor de nossa vida, mas sem deixar a luta pela verdade do Reino de Deus. Nunca podemos fazer um pecado grave para poupar a nossa vida ou mesmo o nosso bem estar.

v.2- A festa dos tabernáculos - no mês de setembro os judeus habitavam, durante uma semana, em tendas, em lembrança da permanência dos hebreus no deserto.

v.3-6 - Lembro que a palavra "irmão" era usada também para parentes próximos, como os primos e sobrinhos (veja no nosso catecismo "o cristão católico" maiores explicações sobre esse assunto). Quanto ao restante do conteúdo: mesmo os parentes de Jesus não admitiam ainda a sua qualidade de Messias.Viviam ainda na esperança de uma restauração temporal, ou seja, apenas material.   
v. 7- Quem diz a verdade, como Jesus, corre o risco de ser perseguido e até odiado pelos que vivem à custa da mentira.

v.8- 11- Jesus era muito prudente e não queria se expor desnecessariamente. Entretanto, continuou a sua caminhada para Jerusalém, onde depois ia ser morto.

v.12-Como saber quem está enganando e quem está falando a verdade? Nós, católicos, temos o papa, instituído por Jesus na pessoa de Pedro, para nos garantir o seguimento da verdade, com toda a Igreja.

O padre que celebra a missa participa de uma corrente, a que chamamos "Sucessão Apostólica", que se inicia com Jesus e está ligada a ele, Jesus. E os pastores de outras religiões? Quem lhes garante a veracidade de sua consagração? Por exemplo, quem "ordenou" o "bispo" Edir Macedo, ou sob que autoridade?

v.16- Jesus fala do que viu antes de nascer e do sabe enquanto Deus. Ao se encarnar como homem, ele nunca deixou de ser Deus.

 v.19- Ao desejarem matar Jesus, os judeus não estão cumprindo a lei de Moisés, que dizia "Não matarás". Ao abortar um filho, tenha sido ele concebido de livre e espontânea vontade ou por violência, a pessoa está indo não só contra a lei de Moisés, mas também contra o que Jesus ensinou. Como pode, então, uma religião que diz ser de Cristo e permitir os abortos provindos de estupro? O sr. Edir Macedo diz e prega isso!

vv.22-23- Jesus lembra que se eles circuncidam alguém no sábado, quebrando a lei da proibição do trabalho no sábado, por que o estão criticando por curar nesse dia?

v.24- Não façamos mau juízo de alguém pela aparência! Vejamos todo o conjunto dos fatos. Usemos de misericórdia!

v.27- 28- Na verdade, eles não sabiam ou não acreditavam que Jesus viera do céu, de junto do Pai.

v.30- Jesus fugiu várias vezes da morte

v.31- Muitos foram os que acreditaram em  Jesus por meio de suas obras. 

v.33s.-Jesus anuncia a sua morte, mas não o entendiam. Eles acreditavam num Messias forte e poderoso militarmente falando, que fosse vencer o império romano e dominar o mundo pela força.

v.37-38 - Jesus é o único que pode nos matar a sede de amor e de felicidade, e isso poderemos transmitir aos demais.

v.39- Jesus anuncia a vinda do Espírito Santo, o que só poderia ocorrer após a sua morte. 

v. 42- Muitos não sabiam que Jesus havia nascido em Belém e era da descendência de Davi. Havia muitos a favor e muitos contra ele. E nós? Somos a favor a Jesus ou dizemos que somos e praticamos outra coisa?

v.46s - Jesus atraía a todos por sua vida, sua santidade, sua presença, suas obras. Nós atraímos alguém pelo nosso estilo de vida? Dizem os biógrafos que quando S. Bernardino de Sena passava pela rua, os pais seguravam e prendiam os seus filhos em casa , para que não o seguissem, tamanha era a atração que sentiam pelo estilo de vida que ele levava!

v.49- O que significa conhecer a lei? Que lei? Diz Jesus: "Eu prefiro a misericórdia ao sacrifício". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DIGITE AQUI O SEU COMENTÁRIO