sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

CATECISMO RESUMIDO-09


24- A LITURGIA

Se você olhar no dicionário, lerá que é “O conjunto dos símbolos, cânticos e cerimônias pelas quais se externa o culto religioso”. É o ritual pelo qual expressamos, em comunidade, nossa fé. A liturgia mostra a realização de nossa santificação por sinais sensíveis e solenes. O tema é muito extenso. Vou tentar mostrar apenas alguns aspectos e símbolos mais usuais:

A VELA:-

Símbolo de Jesus Ressuscitado, a luz do mundo e de nossa fé.

FLORES:-

A alegria, a festa, a beleza da natureza criada por Deus, o paraíso, a paz.

ALTAR:-

Representa a pessoa de Cristo, no qual oferecemos tudo ao Pai. Na Igreja primitiva era costume celebrar a Missa sobre os corpos dos mártires. Até hoje o corporal, aquele pano quadrado, tem esse símbolo. Até o Concílio Vaticano II, todo altar tinha um pedaço de mármore com a relíquia de um santo mártir. Atualmente basta o corporal.

A CRUZ:-

É o símbolo de nossa salvação, onde morreu Jesus para nos libertar.

-INCENSO:-

Muito mencionado na Bíblia, sempre foi um perfume oferecido a Deus. Jesus ganhou incenso dos magos. O incenso se oferece sempre a Deus e para a consagração das coisas que a ele vão ser oferecidas. Na Igreja do rito Copta, do Egito, todos os dias usam e “abusam” do incenso. É incrível como gostam disso.

O SACRÁRIO:-

É onde guardamos a comunhão para os doentes e para a Adoração ao Santíssimo. Há sempre uma luzinha acesa, para indicar ali a presença de Cristo vivo, na Eucaristia.



CORES LITÚRGICAS

O verde é usado nos domingos e dias de semana do tempo comum.

Branco: Natal, tempo do Natal, Páscoa, Tempo Pascal, festas de Jesus, N. Sra e dos santos que não morreram mártires.

Vermelho: festas do Espírito Santo, Sexta Feira Santa e mártires.

Roxo: quaresma, advento, missa dos mortos.

Rosa: 4º domingo da quaresma, 3º domingo do advento e, se quiser, segundo a opinião das comissões oficiais de liturgia, em todo o tempo do advento, que não é mais de estrita penitência, mas de “alegre expectativa do nascimento do Senhor”.


ANO LITÚRGICO

ADVENTO:

Começa no quarto domingo antes do Natal. É o tempo da espera da vinda do Senhor. Nesse tempo meditamos, nos dois primeiros domingos, a segunda vinda, no fim dos tempos, e nos dois últimos domingos, a primeira vinda, que já ocorreu no Natal.

NATAL:

Começa no dia 24 com a Missa da Noite e termina no domingo depois da Epifania.

TEMPO COMUM

São de 32 a 34 domingos, iniciados na segunda feira depois do Batismo do Senhor (que é celebrado logo depois da Epifania), interrompidos na 4ª feira de Cinzas e retomados após Pentecostes. Termina geralmente no último ou penúltimo domingo de novembro, ou seja, no sábado do 4º domingo antes do Natal.

QUARESMA:-

Desde a Quarta Feira de Cinzas até a Missa da Ceia do Senhor, na Quinta-Feira Santa, exclusive (essa missa já pertence ao Tríduo  Pascal e não é mais quaresma).

SEMANA SANTA E TRÍDUO PASCAL:-

Começa com o Domingo de Ramos e termina com a Vigília Pascal. O Tríduo Pascal da Paixão e Ressurreição do Senhor : Missa da Ceia do Senhor, Missa da bênção dos santos óleos, Sexta-feira Santa, Vigília pascal e domingo de Páscoa.

TEMPO PASCAL:-

Começa com o domingo de Páscoa e vai até o domingo de Pentecostes, por cinquenta dias.



LEITURAS BÍBLICAS:-

Para as leituras dos domingos, temos três anos: A, B, C, sendo “A” – S. Mateus, “B” – S. Marcos e “C” – S. Lucas. 2012 foi ano B e já estamos no ano C, de 2013, S. Lucas, desde o primeiro domingo do advento. O Evangelho de S. João é lido nos tempos especiais (de Natal e Pascal).

Para as leituras dos dias de semana seguimos anos pares (2012, por exemplo) e anos ímpares (2013), apenas para a primeira leitura. O evangelho é igual para todos os anos.

                        *************

Espero que tenham gostado deste curso de catequese. Tenho muito boa vontade, mas não sou especialista em nada. Desculpem minhas falhas. Qualquer dúvida, não hesitem em perguntar. Podem usar as caixas de comentário.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DIGITE AQUI O SEU COMENTÁRIO