sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

LUCAS CAPÍTULO 21



Lucas 21,1-4- A OFERTA DA VIÚVA

Nossa oferta deve provir de uma renúncia, ser sincera, dada com amor, no anonimato, na humildade. Procurar colocar-se no mesmo nível da pessoa ajudada, e não agir colocando-se "de cima para para baixo". Jesus se encarnou e viveu ao nosso nível em tudo, menos no pecado.

"Quem não põe à disposição dos outros o que possui, é condenado como "rico". "A oferenda mais agradável é a que custa mais. Deus não precisa de nosso supérfluo, porque toda a terra é sua (Êxodo 19,5). A oferta perfeita consiste em tudo oferecer a Deus sem nada reservar para si (Missal Cotidiano).

Lucas 21,5-19 - A RUÍNA DE JERUSALÉM

Lucas não confunde a ruína de Jerusalém com o fim do mundo, como o fez Mt 24,1.
O templo de Jerusalém não abraçou a função messiânica, como se era de esperar, pois as autoridades não aceitaram Jesus como Messias e, por isso, Deus permitiu que fosse destruído. É todo o desmoronar de um mundo, de uma tradição de um costume (MC). Hoje em dia, seria talvez o desmoronamento e a completa destruição do Vaticano, ou do templo de Meca. Se isso ocorresse, o que pensaríamos? Foi isso que aconteceu aos judeus, vendo o templo ser destruído. Para sentir o que eles sentiram, imaginem um terremoto destruindo, por exemplo, o santuário de Aparecida... (TA).

A defesa será de Deus. Os cristãos perseguidos não deverão buscar alianças com os poderes humanos, mas confiar na graça de Deus. A perseguição contra os cristãos oferecer-lhes-á ocasião para o verdadeiro testemunho evangélico. Porão em risco a própria vida. "Bem-aventurados sereis quando fordes perseguidos". (Mt 5,10-12).

Lucas 21,20-38 - AS CATÁSTROFES

"Se os cristãos não cometerem o mesmo erro dos judeus, a vinda do Filho do Homem, no fim dos tempos, será para eles um dia de liberdade:v.28= "Está próxima a vossa libertação". (MC)

"Lucas distingue mais nitidamente do que Marcos e Mateus o que se refere à destruição de Jerusalém do que se refere ao fim dos tempos". (MC).

Esse trecho é escrito com muitos símbolos e deve ser lido como um todo, sem se buscar muitas explicações do que significa isto ou aquilo (TA). "Jesus voltará, mostrar-se-á a cada um de nós e poderemos vê-lo face a face. Se o tivermos procurado como nosso amigo, encontra-lo-emos com alegria e confiança. Se, porém, o tivermos ignorado, descurado, temido, desprezado, em sua pessoa ou nos irmãos, o encontro será de medo e dor. Salvação ou condenação, ruína ou libertação, felicidade ou desespero- a escolha faz-se agora, no tempo, com toda a nossa vida" (MC).

Eu resumiria lembrando o que Jesus disse: "Vigiai e orai para não cairdes em tentação!"(Mt 26,41).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DIGITE AQUI O SEU COMENTÁRIO