sábado, 19 de maio de 2012

E A FAMÍLIA, COMO VAI?



Esse foi o lema da Campanha da Fraternidade de 1994. Vamos aqui dar apenas algumas dicas de um melhor entrosamento entre as pessoas da família.

DICAS AO ESPOSO

1- Você é considerado do “sexo forte”, mas não tenha muitas pretensões. A mulher é muito mais forte do que nós em muitas coisas, e também mais independente.

2- Não cometa abusos em relação à sua força física; respeite a fragilidade feminina.

3- Não pense que só porque você trabalha, pode fazer os outros da casa de bobos da corte, ou de escravos seus.
4- Você pode achar que é o chefe da casa, mas participe da família em condições de igualdade com os demais: você contribui com seus dotes masculinos, na mesma proporção em que a sua mulher contribui com os dotes femininos dela.

5- Dê valor ao trabalho de sua esposa. Se ela for dona de casa, dê-lhe algum domingo ou um dia de semana de folga. Você pode fazer isso levando a família a almoçar fora, ou você mesmo fazendo o almoço. Peça que os filhos o ajudem. Vai ver como é divertido (embora o almoço possa não sair assim tão apetitoso...

6- Se você confiar em sua esposa e permitir que ela trabalhe fora, confie plenamente nela. Não fique demonstrando aqueles ciuminhos infantis.

7- Respeite sua esposa quando ela não estiver muito disposta para um relacionamento mais profundo.

8- Não a traia de modo algum.

9- Se ela deu alguma ordem aos filhos, não a contrarie em frente deles! Converse com ela depois, em particular. O método mais fácil para deseducar os filhos é contrariar a esposa em frente deles.
10- Ser infiel não é só sair com outra: é também ficar todos os dias, após o serviço, ou nos domingos, no bar, no esporte, sozinho, sem a família. Você também às vezes corre o risco de trair sua esposa com uma loira: a cerveja!

11- Quando estiver nervoso, não tente resolver nenhum problema ou tomar nenhuma resolução: deixe tudo em suspenso e saia um pouco, ou ligue a TV, ou vá pentear macacos, mas não decida nada. Deixe a razão e a calma voltarem, e tudo será resolvido a contento.

12- Não bata em seus filhos e nem seja “cri-cri” com eles. Busque o diálogo. Seja enérgico quando você tiver que impôr a sua decisões, mas sem gritar. Mostre sua autoridade na calma e na firmeza, e não na histeria. Se seu filho (a) fez algo errado, chame-lhe a atenção, mostrando onde e porque errou. Mostre-lhe as consequências de seus atos. Bater nunca resolve, além de deixar seus filhos com ódio de você. Não bater não significa ser um “pamonha”: tenha sempre a situação nas mãos.
13 -A oração, não só a particular, mas também a familiar, são muito importantes e nunca devem ser deixadas de lado.

DICAS À ESPOSA

1- Não use artimanhas e chantagem afetiva para ser atendida. Eles vão acabar percebendo isso. Seja simplesmente sincera e mostre aos outros da família o seu valor de esposa e mãe.

2- Respeite o jeitão de seu esposo. Procure conhecê-lo. Procure conhecer a psicologia masculina. Por exemplo:Você sabe que nós, homens, não gostamos de falar nada quando chegamos do serviço o de qualquer lugar? Evite perguntas, a não ser que seu esposo tome a iniciativa de manter uma conversa com você. Não insista em saber como foi o dia dele. Contente-se com o seu “Foi bom!” Mais tarde, tenho certeza de que ele mesmo contará a você o que aconteceu.

3- Faça com que ele participe das decisões. Mesmo quando for idéia sua, faça com que ele participe e se torne ideia dele também.

4- Nunca chame a atenção dele diante dos outros, ou das crianças. Esse é o maior erro das mulheres nas famílias que já conheci.

5- Não o contrarie diante das crianças. Se você não gostou da ordem que ele lhes deu, converse depois, em particular, com ele, sobre o assunto.

6- Deixe que seus esposos e filhos sintam-se bem em casa. Não seja exagerada na limpeza. Esse é o motivo pelo qual muitos maridos passam nos bares e nos jogos as suas horas livres: as esposas têm mania de limpeza. Se o esposo não pode ficar à vontade na sua própria casa, onde mais ficará? Por aí!

7- Confie em seu marido e não sinta aqueles ciumes exagerados. Lembre-se de que se ele quiser traí-la, ele a trairá e você nunca o saberá, ou no mínimo demorará para saber.

8- Esteja sempre bonita para ele. Não descuide de sua aparência e sua beleza. Nós homens somos muito bobos nesse ponto e sentimos muita atração por mulheres bem arrumadas e femininas. Termine o serviço antes que ele chegue, e receba-o bonitona e cheirosa.

9- Procure se instruir de algum modo no serviço dele, ou pelo menos, no assunto que ele gosta. Ele sentirá muito prazer em discutir com você os assuntos preferidos dele, mesmo que lhe sejam de opinião contrária. Você nem imagina como isso dá certo! Por exemplo: se ele for corintiano, seja palmeirense e conheça algumas coisas do palmeiras. Ele vai adorar discutir isso com você.

10- Pegue seu marido pelo estômago. Depois de mulher e de futebol, o homem gosta de comer bem. Mas não exagere! Se você começar a fazer só o que ele gosta, vai acabar enjoando e seus filhos, assim como você, também têm os seus direitos de comerem o que gostam!

11- Uma coisa que eu nunca vou me esquecer, e que você pode muito bem fazer, é o que uma empregada minha, D. Dalila, fazia: muitas vezes eu estava atarefado corrigindo provas de alunos, fazendo a contabilidade da paróquia, e ela aparecia com uma xícara de café bem quentinho, feito na hora. Como isso me fazia bem! Já vão lá trinta e poucos anos, e não me esqueço disso! Faça isso com seu esposo, ou mesmo com algum dos filhos que estão estudando!

12- Não vou entrar em detalhes neste assunto, pois é muito delicado. Espero que você entenda: o calor humano que seu esposo não encontrar em você, no relacionamento íntimo, vai ser tentado a procurar fora de casa. Homem gosta de muito carinho.

13- Se você é uma dona de casa, reserve um tempo só para você! Vá a uma igreja, ou isole-se em seu quarto, naquela hora em que seus filhos menores estão dormindo, e reze, medite, fique em silêncio absoluto, encontre-se com Deus! Reze um terço, ou leia um trecho da Bíblia! Em nosso site temos as orações com salmos das 9, 12 e 15 horas, com linguagem na primeira pessoa, que torna a oração individual mais gostosa. Reze-a!

14- Lembre-se do carinho e da dependência que seus filhos, principalmente os do sexo masculino, têm em relação a você. Dê-lhes carinho, mas nunca deixando de ser enérgica quando necessário. Quanto às suas filhas, seja amiga delas, mas esteja preparada: elas vão gostar mais do pai. É natural que isso aconteça. Não é culpa sua! Não faça competição com elas pela atenção do seu esposo! Seja aliada a elas. Não mostre ciúmes pela atenção que seu esposo lhes dá.

DICAS AOS FILHOS

1- Lembre-se de que você foi gerado(a) por seus pais por amor. Haja o que houver, saiba que eles o (a) amam mais do que tudo na vida. Nunca eles vão deixar de ser seus pais. Nunca vão fazer qualquer coisa que seja para o seu mal, mesmo que pareça ser assim. Tudo o que eles fizerem, fazem pensando no seu bem, mesmo que às vezes estejam fazendo a coisa errada!

2- Até a maioridade, você é obrigado(a) a obedecê-los. Por que não fazer isso com amor? Muitas coisas que eles lhe dizem são coisas que eles viveram. Se percebem o perigo que você corre, acredite neles! A vida nos dá uma experiência que vocês ainda não adquiriram!

3- Pode se que em alguma orientação que eles lhe derem, algo pareça estar errado. Dialogue gentilmente com eles, fazendo-lhes ver que aquela orientação talvez esteja errada. Peça-lhes que consulte algum amigo sobre o assunto. Se seus pais forem do tipo teimoso, paciência! Faça o que puder. Pelo menos, não os desacate. Se você ouvi-los, vai evitar muitas coisas más para sua vida.

4- Às vezes você tem vontade de deixar sua casa e ir aventurar-se por aí. Veja bem: esse desejo é natural nos jovens. Mas há alguns problemas: pode ser que você esteja querendo fugir dos problemas. Aí, a sua saída será uma fuga e não uma solução. Sabe por quê? Porque você vai levar você consigo mesmo. Não é possível deixar a parte má da gente em casa e ir só com a parte boa!. Aonde você for, os problemas irão junto, principalmente na parte em que você era o responsável.

Outro problema é que você pode se achar preparado(a) para aventurar-se por aí, mas nem sempre está. Consulte os adultos que você conhece e que o (a) conhece. Eles conhecem melhor você de modo mais imparcial e poderão saber se você está ou não preparado(a) para sair de casa.

Outro ainda: Só saia de casa se tiver alguma coisa concreta em vista na cidade par aonde vai. Eu saí de casa aos 16 anos, mas para estudar num lugar muito bom. Voltei aos 18 e aos 19 me aventurei em S. Paulo, mas já com emprego definido e uma pensão excelente para morar. Meus pais aprovaram tudo isso que fiz, e me abençoaram. Deu tudo certo e eu atendi ao meu sonho de morar sozinho, às minhas próprias custas. Então, acredite: eu sei do que estou falando.Não é fácil, atualmente, fazer uma coisa dessas.

Sair de casa foi, na verdade, a melhor coisa que me aconteceu. Se eu tivesse ficado, não sei o que seria de minha parte pessoal, pois era muito tímido, bobão, medroso. Nessa minha saída, eu “deslanchei” e passei a saber gerenciar melhor as coisas e a mim mesmo. Muitas coisa que ocorreram na minha vida adulta, não foram culpa minha, e infelizmente tive que pagar pelo erro e maldade dos outros. Se eu não tivesse me preparado bem na juventude, inclusive com essa aventura abençoada por meus pais, eu não aguentaria tudo o que estou tendo que aguentar atualmente.

5- Aprenda a controlar e a vencer os problemas aqui e agora, sejam eles quais forem. Não coloque condições. Não diga “Se”. “Se isto fosse assim, eu faria isto; Se aquilo fosse assim, eu faria aquilo...” Resolva o caso agora, do jeitão que ele é, sem mudar nada. É aqui e agora que você deve mudar a situação, vencer o problema, executar os seus bons propósitos. Lutando assim, você sempre estará preparado a viver qualquer situação.

6- Procure o grupo de jovens de sua paróquia e se entrose nele! Lá, você participará de muitas conversas sobre seus problemas juvenis. E, o mais importante, encontrará Jesus Cristo em sua vida. E depois que encontrá-lo, ele nunca mais vai deixar você em paz: vai ficar sempre “no seu pé”. E como isso vai ser bom!

7- Os jovens, hoje, sofrem muitas más influências de fora: propagandas, TV, revistas, modismos etc. Essas propagandas são baseadas no que a gente chama de hedonismo, ou seja: busca do prazer pelo simples prazer. Isso é mau! O prazer foi colocado por Deus nas coisas aqui da terra tendo em vista nosso trabalho pelo seu Reino de Amor. Assim, o prazer da comida e da bebida, por exemplo, estão ligados à manutenção da vida, assim como o prazer sexual está ligado à procriação da espécie, e o prazer do lazer está ligado ao descanso necessário. E assim por diante.

Se você tirar o objetivo para o qual determinado prazer foi criado por Deus, muda seu direcionamento e se perde, fica sem objetivo, E isso vai lhe trazer angústia e insatisfação, e você vai quere praticá-lo cada vez mais, para saciar-se, mas não vai saciar-se como pensava, principalmente porque você o desvinculou de sua meta. É aí que as propagandas entram: desvirtuando aquele prazer, sabem que você vai gastar muito dinheiro para mantê-lo e que você não vai se satisfazer. Portanto, nós somos uma mina de ouro para os fabricantes.

8- Enfim, seja consciente de suas atitudes. Não seja “Maria vai com as outras”. Se for seguir alguém, não siga esses idiotas que lhe querem perder, mas siga Jesus Cristo. Tenho certeza de que você nunca vai se arrepender, nunca vai “ficar na mão”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário