terça-feira, 3 de abril de 2012

SEMANA SANTA: O BÁLSAMO DE BETÂNIA



O evangelho de domingo e de segunda-feira desta Semana Santa (João 12,7-8 e Marcos 14,7-9), fala sobre o bálsamo caríssimo com que a mulher ungiu os pés de Jesus, e que foi criticado por Judas Iscariotes e pelas autoridades do judaismo ali presentes.

Reascende a discussão: Igreja enriquecida com ouro e coisas caras ou ajuda aos pobres?

O missal cotidiano comenta, citando V. Mannucci: “Que seria a Igreja se a bolsa de Iscariotes estivesse cheia para os pobres e a casa de Betânia vazia de perfume?” Essa afirmação aprova o gasto com coisas que deixem a igreja e a liturgia mais ricas materialmente falando.

Eu discordo frontalmente contra isso, parafraseando Santo Ambrósio, que já afirmava que não podemos querer agradar o Cristo dourando os cálices da igreja enquanto esse mesmo Cristo está morrendo de fome na pessoa do pobre!

Essa questão estará plenamente resolvida se levarmos em conta que, “perfumar os pés de Jesus” hoje, significa, principalmente, SOCORRER OS POBRES, FAMINTOS, NECESSITADOS e, entre os necessitados, tanto pobres como ricos doentes, abandonados ou marginalizados. Não há como fugir disso! É Santo Ambrósio que diz: “Se sobrar dinheiro, aí sim, podemos dourar os cálices usados na igreja”.

É preciso também cuidarmos para não fazermos o que Hebreus 10,26 diz, na leitura de segunda-feira: “Se pecarmos voluntariamente e com pleno Sconhecimento da verdade, já não há sacrifícios pelos pecados” ou seja, já não há possibilidade de perdão, pois pecar “voluntariamente e com o conhecimento da verdade” é renunciarmos a Jesus Cristo e à Salvação trazida por Ele (missal). Pensemos nisso nesta Semana Santa!

E lembre-se: nós não cumpriremos a obrigação do jejum nem a da abstinência de carne, na sexta-feira Santa, se comermos bacalhoada ou peixe daqueles suculentos.

Esse é um dia de penitência, e na minha modesta opinião, não deveríamos comer nem peixe: apenas alguma coisa comum e leve para nos sustentar. Deixemos a bacalhoada e os peixes para sábado ou domingo de Páscoa! Se for comer essas coisas gostosas, coma então uma carne de segunda, que estará fazendo maior penitência.

Termino com a leitura de hoje, terça-feira da Semana Santa, do ofício das leituras: “Não resististes até o sangue em vosso combate contra o pecado! “ (Hb 12,4) e S. Basílio: “Imitar a Cristo(...) em primeiro lugar, é romper com a vida passada”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DIGITE AQUI O SEU COMENTÁRIO