quinta-feira, 17 de novembro de 2011

CURSO DE CRISMA – 3)- O ESPÍRITO SANTO




Na crisma ou confirmação, recebemos a plenitude da terceira pessoa da Santíssima Trindade, o Espírito Santo. Não podemos entender esse nome com as duas palavras, espírito – santo – separadas, mas juntas. Por exemplo, o doce “pé-de-moleque” não tem sentido se o entendermos como o pé de um moleque, mas sim o nome todo, que é um doce. Assim o Espírito Santo não é um “espírito” que é “santo”, mas a terceira pessoa de Deus, tão Deus como o Pai e o Filho.

Dá-me arrepios ao pensar na Santidade de Deus. Vejo a pessoa, diante de Deus, rodeada por um silêncio envolvente, que penetra a alma e a deixa transparente, pondo à mostra todos os pecados. Ela se vê, naquele instante, como realmente é, pois “somos o que somos diante de Deus, e nada mais!” .

O Espírito Santo é chamado também de “Paráclito”, ou “advogado”, o “que é chamado para perto de” (João 14,16.26; João 15,26; João 16,7). É traduzido como “Consolador”. João o chama de Advogado em 1ª João 2,1). É chamado por Jesus de “Espírito de Verdade”, em João 16,13).

Já São Paulo o chama de:

Espírito da promessa (Gálatas 3,14; Efésios 1,13)
Espírito de adoção (Romanos 8,15; Gálatas 4,26)
Espírito de Cristo (Romanos 8,11)
Espírito do Senhor (2Cor 3,17)
Espírito de Deus (Romanos 8,9.14; Rom 15,19; 1 Cor 6,11; 7, 40)

São Pedro o chama de Espírito de Glória (1 Pedro 4,14).

Há vários símbolos do Espírito Santo na Bíblia, mas os cristãos insistem e gostam de representá-lo como uma pomba. Eis os outros símbolos:

ÁGUA (Jo19,34, 1ªJoão 5,8 etc) -

UNÇÃO – 1ª JOÃO 2,20 e outras.

FOGO : 1ªReis 18,38-39; Eclesiástico 48,1; Lucas 3,16; Lucas 12,49 e Línguas de fogo: Atos 2,3-4 e 1 Tessalonicenses 5,19. -

NUVEM E LUZ – Com Moisés (Ex 24,15-18), Salomão (1 Reis 8,10-12. Na Transfiguração, na Ascensão, na Concepção de Jesus Lc 1,35. -

SELO – João 6, 27; 2Cor 1,22; Efésios 1,13; Efésios 4,30. -

MÃO : (Em Jesus, que cura os doentes e abençoa as crianças. Em nome dele, os Apóstolos farão o mesmo); habacuc 6,2 -

DEDO – Lucas 11,20; Êxodo 31,18; 2Cor 3,3.

O Espírito Santo é o dom de Deus, pois “Deus o derramou nos nossos corações pelo Espírito que nos foi dado”(Rom 5,5). O primeiro dom do Amor é a remissão dos nossos pecados, a comunhão do Espírito Santo (2Cor 13,13), “Que, na Igreja, restitui aos batizados a semelhança divina perdida pelo pecado”.

O Espírito Santo é a Unção de Cristo, que O difunde no restante do seu corpo, que é a Igreja, já que Ele (Jesus) é a cabeça do corpo.

Quanto às pessoas não católicas, o Espírito Santo pode normalmente vir a elas, pois não podemos negar o que Jesus disse em Lucas 11,13: “Pois vós, sendo maus, sabeis dar coisas boas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?”


PERGUNTAS PARA O GRUPO

1 – Comente os símbolos do Espírito Santo (pomba, água, unção, fogo, nuvem, luz, selo, mão, dedo).

2 – Comente o fato do Espírito Santo ser o nosso “advogado” (Dicas: João 2,1; João 14,15.26; João 16,7-11).

3 – Comente: “O primeiro dom do Amor é a remissão dos nossos pecados” (Dica: 1 Cor 13)

Nenhum comentário:

Postar um comentário